domingo, 25 de agosto de 2019

Teste de velocidade de banda larga "200 megas"

Teste de velocidade da banda larga pelo Simet (NIC-BR), contra um servidor perto de casa

Medir a velocidade da conexão à internet nunca foi tão fundamental, quanto no momento em que eu precisava decidir — entre os “10 megas” firmes e comprovados de uma operadora que já conheço há anos, por R$ 89,90, — e os “200 megas” de uma operadora que não conhecia, com tecnologia nova, por R$ 99,90 (sem venda casada de TV, telefone, nem celular).

Tinha 7 dias de “experiência”, — com direito a desistir, — para medir a velocidade em diferentes dias e horários, e observar o comportamento da nova conexão.

De início, os resultados foram inconsistentes, de um site de teste para outro, — bem como de uma tarefa para outra, no dia a dia. — Além disso, minha placa de rede (onboard) ainda limitava minha velocidade a “100 megas”.

Apenas pude concluir que, sim, o ganho de velocidade e a confiabilidade eram suficientes para justificar o risco (fidelização por 1 ano). — Não houve falhas nem variações naqueles 7 dias, e afinal, mesmo “100 megas” já eram 10 vezes mais do que eu tinha antes.

Fiz poucos registros, naqueles primeiros dias. — A maioria das observações (a seguir) foram feitas mais de 1 mês depois, com calma, e já com uma placa de rede que permitia alcançar “200 megas”. — Atualizações posteriores, ao longo de quase 2 anos, são assinaladas com as respectivas datas.

Índice


  • “Megas”, MB/s, MiB/s
  • Além do provedor
  • Placa de Rede 10 / 100
  • Espelhos (Mirrors) no exterior
  • Espelhos (Mirrors) no Brasil
  • PTT / IX
  • IPv6 válido ou não?
  • Placa “Gigabit” 10 / 100 / 1000
  • Sites de teste
  • speedtest-cli
  • Speedtest® CLI
  • Antiga operadora
  • Nova operadora
  • Será que vai falir?

Repositórios Linux & Conky


  • Download de atualizações
  • Arch Linux
  • openSUSE
  • Fedora
  • Debian
  • KDE Neon
  • Sabayon
  • Mageia
  • PCLinuxOS
  • Download de imagens ISO

Referências



“Megas”, MB/s, MiB/s


Correspondência aproximada entre “megas” (site de teste) e “MiB/s” (Conky)

Antes de mais nada, vale lembrar que os “megas” de velocidade oferecidos pelas operadoras significam “Megabits por segundo” — Mbit/s, — Mbps, — ou Mb/s, — sempre com “b” minúsculo.

O “B” maiúsculo é usado para “byte” = 8 bits.

Conversão de Megabit em Megabyte e Mebibyte

Para converter “Megas” (Mbps) em “Megabytes por segundo” (MB/s), você precisa dividir por 8, — e para converter em “Mebibytes por segundo” (MiB/s), dividir por 8 + fração:

  10 “megas” =  10 Mbit/s  =  1,25 MB/s  =  1,19 MiB/s  ~  na prática:  1,31 MiB/s

 200 “megas” = 200 Mbit/s  = 25,0  MB/s  = 23,84 MiB/s  ~  na prática: 26,1  MiB/s

Na prática, a conexão de “10 megas” chegava a 1,31 MiB/s, — e a de “200 megas” costuma esbarrar em 26,1 MiB/s.

Imagino que essa folga seja estratégia das operadoras para manter a média dentro da margem admitida pela legislação. — De fato, nos primeiros 30 dias a velocidade variou de 138,14 até 208,62 Mbps, — mas a média ficou em 201 Mbps.

ATT.: - Em “planos” para celular, vejo muitas vezes “megas” ser usado com o significado de “limite mensal de dados”. — Bem vindos ao admirável mundo novo!

Além do provedor


Placa de Rede 10 / 100


Limitação da velha placa onboard, ao avaliar a velocidade pelo EAQ, linkado no site da Oi

Conexão de “10 megas” já virou coisa banal, — em um mundo mil anos à frente, — e eu não percebia outras limitações.

Com a conexão de “200 megas”, comecei a perceber outros limites, — a começar pelo meu velho hardware, de quase 10 anos (2008).

No 1º teste, durante a instalação, o download ficou em “100 megas”. — O técnico sugeriu que poderia ser devido à placa de rede; — e de fato, o manual da Placa Mãe (Motherboard) confirmou que a rede integrada (onboard) era de “10 / 100 Mbps”.

Observe que a velocidade de upload não era afetada. — Nos primeiros meses ficou sempre em torno de 17 Mbps; meses depois, aumentou para 30 Mbps; e em 2020 subiu para 60 Mbps. — Não fui informado dessas mudanças (para melhor), que apenas percebi. Mas também nunca recebi um contrato com parâmetros claros; você pode baixá-lo do site da operadora, mas a cada dia vem com a data atualizada. Seria trabalhoso tentar flagrar mudanças, mês a mês. De qualquer modo, era vago em questões fundamentais, como haver ou não um “limite mensal de dados”, e qual seu número exato. Vários atendentes, durante meses, juraram que não havia limite de dados; e por fim um atendente admitiu que havia um limite, sim, mas não estava sendo aplicado.

Espelhos (Mirrors) no exterior


Oscilações na velocidade de download desde a Holanda

Mas mesmo reduzida a “100 megas”, a velocidade real de download ainda esbarrou em limites externos, — caso de alguns repositórios nos Estados Unidos (Debian, por um erro meu); ou na Holanda (Slackware, NLUUG), por exemplo.

Anos atrás, esse foi um dos motivos pelos quais desisti do ROSA Linux, cujos repositórios apresentavam demoras intermináveis e lentidão exasperante, tanto a partir da Europa, quanto a partir do espelho (mirror) no Equador (Cedia), aqui perto.

Ponto a favor de distros com espelhos no Brasil; e em especial na UFPR (C3SL), que também se beneficia da alta capacidade no “tronco” Brasília-SP-Curitiba.

Espelhos (Mirrors) no Brasil


Teste da velocidade dos espelhos no mintUpdate, para mudança imediata

Ao longo dos anos, já testei vários espelhos, em Campinas (Unicamp), São Carlos (UFSCar), São Paulo, Rio de Janeiro, Manaus (UFAM), — graças à personalização do mintUpdate (fork do Synaptic) do Linux Mint, — que permite testar as velocidades e mudar o espelho, em 2 cliques.

Teste de velocidade dos espelhos no Synaptic do Mint, com mais opções para Ubuntu

Com o tempo, percebi que o mais veloz, no momento, nem sempre é o mais estável a médio prazo, — e além disso, vários espelhos abrigam só as distros mais populares. — Há muito mais espelhos do Ubuntu, por exemplo, do que do Mint, Mageia, PCLinuxOS ou Sabayon.

PTT / IX


Por lei, a operadora tem de garantir a velocidade prometida, em relação ao PTT / IX mais próximo

Até o mês passado, eu imaginava (vagamente) que velocidades menores de download desde os Estados Unidos, Europa, Ásia etc. se devessem a algum conjunto de circunstâncias banais, como servidores de diferentes capacidades, rotas indiretas (*), baixa prioridade, despacho na encruzilhada y otras cositas más.

Pesquisando agora, para tentar entender melhor, me deparei com os PTT / IX, — Pontos de Troca de Tráfego / Internet Exchange, aos quais se ligam (diretamente) grandes corporações, como Google, Youtube, Facebook, Netflix, — mas não, necessariamente, outros milhões de sites do mundo inteiro.

A operadora se compromete a oferecer determinada velocidade até o PTT / IX mais próximo (virtual) de sua casa, — o que é ótimo, para acessar serviços das grandes corporações, — mas para outros milhões de sites, você tem apenas “um bom ponto de partida”.

O resto, é com a rede mundial.

Na prática, portanto, a velocidade “final” é muito relativa.

Mapa global das conexões da internet (2021)

(*) - 2020-12-10 - “Governo anuncia lançamento de cabo submarino entre Brasil e Europa”: - “Hoje, toda a informação que o nosso país envia para o Velho Continente vai primeiro para os Estados Unidos, e de lá segue para data centers na Europa. Esse percurso leva o dobro de tempo do que é necessário para fazer a conexão direta entre as duas regiões”.

Acima - Mapa global das conexões de internet (2021), com o tráfego de / para o Brasil passando pelos Estados Unidos para alcançar a Europa, Ásia, Oceania, — e ainda mais indiretamente, África e Oriente Médio.

IPv6 válido ou não?


Alerta de um site de testes governamental da Holanda

Enfim, internet.nl, — um site de teste abrangentes, do governo da Holanda, — detectou que meu novo provedor não fornece um endereço IPv6 “válido”, ou não o configura corretamente.

MySpeedMeter parece confirmar o IPv6, pelo menos superficialmente

Nenhum dos outros sites de teste reclamou, — e vários parecem confirmar que tenho um IPv6 para chamar de meu, — mesmo que não seja 100% católico.

Resultados desencontrados do MySpeedMeter, de um dia para outro

As primeiras pesquisas por “Oi Fibra IPv6” apresentaram várias postagens de usuários ensinando receitas para ativar IPv6 (ou algo assim), conforme o Modem seja do modelo X ou Y. — Acho que, no meu caso, isso já está feito. — A dúvida, é se o IPv6 é “válido” ou não.

17 Fevereiro 2020 - De fato, o IPv4 tem sido sempre o mesmo, nos últimos dias (há registro de, pelo menos, 1 outro), — enquanto o IPv6 varia praticamente todos os dias (não é ponto-a-ponto). — Ver CGNAT em Nic-BR (1), Nic-BR (2), Wikipedia.

Algumas leituras rápidas dão a entender que a maioria dos provedores brasileiros estão empurrando com a barriga essa modernização. — É muito provável que meu antigo provedor também esteja. — Os poucos que já se adequaram, não atuam no meu bairro.

Ainda não consegui compreender o impacto que isso possa ter (ou não) nas velocidades de download, ao baixar atualizações ou imagens ISO da Inglaterra ou da Holanda, por exemplo.

Placa “Gigabit” 10 / 100 / 1000


Pláca básica para conexão de “200 megas”

Em 15 de Agosto, instalei uma placa de rede TP-Link TG-3468 “Gigabit” PCI Express “10 / 100 / 1000 Mbps”, — com uma etiqueta adesiva “Standard & Low Profile” no canto superior direito da embalagem. — Preço bem básico.

Fixação da placa de Rede de 1 Gigabit; e realocação do cabo

Bastou retirar a primeira chapinha do alto, no painel traseiro, na altura do slot PCIex; — inserir o pente da placa Gigabit no slot; — e fixar a chapa externa no local da chapinha retirada, com um parafuso que já estava por ali, para isso mesmo.

Faça isso com o computador desligado da tomada etc. — As fotos são posteriores.

Por fim, realocar o cabo de Rede, — do conector antigo (acima do Áudio), — para o novo, logo abaixo (LED verde).

Ignorei o mini-CD que veio na embalagem, como faço desde quando deletei o Windows. — Acessei a BIOS Setup (DEL durante o Boot), mas não vi nada para alterar, — exceto desativar a rede onboard (mas nem isso fiz).

Logo em seguida, comecei a carregar as 12 distros Linux instaladas (dualboot), uma por uma. — A nova placa foi detectada e a nova conexão foi automaticamente configurada, em todas as distros. — Bastou substituir um parâmetro no Conky, para exibir a nova rede.

Apenas no openSUSE, tive de restaurar a configuração-padrão, pois eu tinha feito uma alteração idiota. — No KDE Neon, parecia haver uma limitação permanente da velocidade de upload, e isto se repetiu em uma nova instalação, em novo hardware, em Janeiro 2020. — Só em Agosto 2020 essa aparente limitação da velocidade de upload desapareceu do KDE Neon, de modo espontâneo.

O foco “prático” das observações foram os repositórios das distribuições Linux, — várias delas “rolling-release”, com atualizações frequentes e massivas, — e mais tarde, testei o download de algumas imagens ISO, a partir de vários espelhos (mirrors) no Brasil, Equador, Estados Unidos, Holanda e Inglaterra.

  • Ver “Repositórios Linux & Conky” (no final).

Nada posso falar sobre streaming, Netflix, jogos online etc., que não uso. — Também não posso falar da Latência, Ping etc., que não afetam minhas atividades.

Também não foquei muito na velocidade de upload, pois não costumo subir vídeos. — Só posso dizer que costumava oscilar em torno de 17 “megas”, até meados de Fevereiro 2020, — quando passou para uma faixa de 25 a 28 “megas”. Algum tempo depois, passou de 30 para 60 “megas”.

Sites de teste


Download sempre limitado a 26.1 MiB/s (Conky), mesmo quando Fast (by Netflix) faz a festa

Logo no primeiro dia da placa “Gigabit”, tirei 20 minutos para testes online em uns 10 sites achados mais ou menos ao acaso, — se é que se pode falar em “acaso”, com os algoritmos do Google.

Sites - 15 August 2019 - 11:40 ~ 12:00 - uBlock Origin enabled

Down     Up     Ping      Server                            IP     Site
Mbps     Mbps     ms

208,54   16,85     4      Claro Net Virtua (Brasília)       IPv4   speedtest.net
196,70   20,26    66      Brasil Telecom (Santa Maria RS)          minhaconexao.com.br
210      15        3      Open Connect, Netflix             IPv6   fast.com
192,2     2,2    404      (Austrália)                              speedtest.telstra.com
211,7    11,9             Spectrum (Orlando, FL)            IPv4   spectrum.com
210      15        3      Open Connect, Netflix             IPv6   fast.com
209,9    15,93    10,87   GPA Telemont RCO (Goiânia GO)    (both)  tecmundo.com.br
100,0     3,94    21                                               speedtest.com.br
103,4    14,47   143      (Washington DC)                   IPv4   bandwidthplace.com
204      17      839      (São Paulo SP)                    IPv6   beta.simet.nic.br
209,1    15,38     7,58   GPA Telemont RCO (Goiânia)       (both)  voxel.com.br

A experiência não me agradou muito, seja pelo tempo gasto, seja pela falta de padronização (com aparente tendenciosidade de alguns sites), — e eu não pretendia desativar o uBlock Origin para uma série de sites, ainda não submetidos a uma análise crítica, — alguns deles, agressivamente comerciais.

Depois de alguns dias, acabei me fixando nos 2 sites a seguir, — uma agência pública — e uma entidade dos próprios provedores:

  • beta.simet.nic.br - Projeto do NIC.BR (não comercial). Em geral, mede a velocidade apenas em relação ao servidor do próprio NIC.BR (SP). — Apenas 1 vez, escolheu automaticamente um servidor de Brasília; e só 1 vez, flagrei um menu com outros servidores (mas nenhum deles funcionou). Meia hora depois, apenas São Paulo, outra vez.
  • EAQ - “Entidade Aferidora de Qualidade de Banda Larga”. Linkado nos sites da Oi, da Net (Claro) etc. Apesar do nome sonoro, é um domínio comercial. A logomarca da Anatel no alto, à direita, passa a ideia de alguma ligação institucional, mas sem afirmar nada, de modo explícito (nem existe um “About” no site). O servidor é escolhido de modo automático, pela menor latência; e a “região teste” é identificada pelo IP público. No último teste, me colocou no Tocantins e mediu a velocidade desde São Paulo. Deu 223,19 Mbps (Wow!). É o site que dá os resultados mais sensacionais (exceto Fast / Netflix). Se estiver triste, vá nele. Alegria garantida.

No entanto, ferramentas online tomam tempo, — caso você queira mais do que meia-dúzia de testes rápidos, com pouca (ou nenhuma) liberdade de escolha dos servidores.

EAQ oferece uma ferramenta que pode ser baixada e instalada a partir de uma “lojinha” (Google Play, App Store), provavelmente de código fechado (caixa preta), — e dá a impressão de que acumula um histórico, médias etc., mas não baixei, e não sei se permite escolher o servidor. — Em caso de disputa com a(s) operadora(s), é bom ter dados da “entidade verificadora” das próprias empresas. Mas também quero ter dados independentes.

Posteriormente, incluí na lista mais 2 sites de testes:

  • Speedtest.net (by Ookla) - Com farta documentação (a explorar). — Pode ser usado a partir de um “cliente” de código-aberto (inspecionado pela comunidade), baixado dos repositórios oficiais da maioria das distros Linux, e instalado no computador sem passar por “lojinhas” do Google ou da Apple. — Embora o site seja “comercial”, guarda distância suficiente dos provedores locais (em termos de reputação a zelar, em escala global), para ser considerado “neutro”. — Esse grupo também é a “fonte” do DownDetector (adaptado ao Brasil pelo CaiuTudo.com), que registra falhas nas redes, grandes portais etc.

Para quem usa Netflix, pode ser fundamental:

  • Fast.com (powered by Netflix) - Já obtive resultados de até 310 Mbps, mas isso é apenas “virtual”, pois o Conky mostra que não passa de 26,1 MiB/s reais. — Ignoro tudo sobre Netflix, mas suponho um tipo de “compressão”, que permita baixar mais, usando menos banda (e mais CPU, para descomprimir). — Esse teste específico não tem valor para outros usos genéricos de banda larga.

speedtest-cli


Executando speedtest-cli, que no PCLinuxOS se chama só “speedtest”, e inclui interface GUI

De um artigo do Edivaldo Brito, colhi a dica de instalar o speedtest-cli, — software de código aberto, “cliente” do speedtest.net (*), — e que pode ser achado nos repositórios oficiais da maioria das distros Linux, com pequenas variações de nome.

(*) “CLI” = Command Line Interface, — em oposição a “GUI” = Graphical User Interface. — O fato de ser instalado localmente e rodar “client-side” (em oposição a “aplicativo web”, acessado pelo navegador) pode ser um segundo motivo para o nome.

No PCLinuxOS, o pacote chama-se apenas “speedtest”, — e pode ser iniciado pelo Menu (versão GUI, sem detalhes), — mas também funciona pelo comando $ speedtest-cli.

No Mageia, chama-se “python3-speedtest-cli”, — e roda pelo comando $ speedtest-cli.

No Slackware, não sei se segui o melhor caminho, — pois ainda não entendo quase nada:

Download:

https://slackware.pkgs.org/14.2/slackonly-x86_64/speedtest-cli-2.0.2-x86_64-1_slonly.txz.html

Install:

# upgradepkg --install-new speedtest-cli-2.0.2-x86_64-1_slonly.txz

Até agora, só não consegui encontrar no Sabayon. — Preciso mergulhar fundo e aprender “howto” emerge o pacote speedtest-cli do Gentoo.

Logo ao iniciar, speedtest-cli escolhe “o melhor servidor”, automaticamente, — com base no Ping, — em uma rede de mais de 8 mil servidores ao redor do mundo:

$ date && speedtest-cli && date
Thu Aug 15 15:54:11 -03 2019
Retrieving speedtest.net configuration...
Testing from Oi Internet (177.203.203.59)...
Retrieving speedtest.net server list...
Selecting best server based on ping...
Hosted by Telebras (Brasilia) [19.38 km]: 38.323 ms
Testing download speed....................
Download: 205.96 Mbit/s
Testing upload speed......................
Upload: 16.90 Mbit/s
Thu Aug 15 15:54:34 -03 2019

or...

$ date; speedtest-cli | grep "Hosted\|Download\|Upload"; date

Thu  8 Oct 10:03:13 -03 2020
Hosted by R2 Telecom (Brasilia) [1.56 km]: 18.948 ms
Download: 206.51 Mbit/s
Upload: 61.01 Mbit/s
Thu  8 Oct 10:04:05 -03 2020

Para obter um resultado resumido, prefiro filtrar 3 linhas: — O servidor usado no teste e as velocidades de download e upload, — além de datar o início e o final do teste.

Diferentes recursos nas versões 2.1.2 (Arch) e 0.3.4 (Mint 18)

Nas versões mais novas, podem-se acumular as informações em CSV ou JSON para coleta e processamento automático:

$ speedtest-cli --csv >> file.csv

Optei por direcioná-las para um arquivo TXT, — só as linhas que contêm dados úteis, — além da data e hora:

$ date >> /PATH/file.txt && speedtest-cli | grep "Hosted\|Download\|Upload" >> /PATH/file.txt

Assim, foi possível recolher dados consistentes (comparáveis), — nos mais diversos horários, ao longo de 30 dias, sem perda de tempo, — e depois editar rapidamente, com ajuda de alguns comandos e de alguns recursos do Kate:

  Down      Up      Ping    Time    Date            Server              km    System

207.10   16.50    18.474    14:27   Thu   Aug, 15   Telebras         19.38    KDE Neon
193.67   16.70    42.496    14:41   Thu   Aug, 15   Telebras         19.38    Devuan
205.96   16.90    38.323    15:55   Thu   Aug, 15   Telebras         19.38    Mageia
198.55   16.49    39.668    16:50   Thu   Aug, 15   Telebras         19.38    Linux Mint
138.14   16.10    36.619    12:00   Fri   Aug, 16   PS5 Internet      1.56    Linux Mint
191.62   17.22    31.846    23:46   Fri   Aug, 16   PS5 Internet      1.56    PCLinuxOS
179.41   16.71    32.246    23:49   Fri   Aug, 16   PS5 Internet      1.56    PCLinuxOS
200.61   16.84    31.678     1:13   Sat   Aug, 17   PS5 Internet      1.56    Mageia
200.33   16.79    33.034    14:29   Sat   Aug, 17   Telebras          1.56    Mageia
  4.06    3.33  2522.03     21:03   Tue   Aug, 20   Vivo BSA          1.56  * openSUSE
207.79   17.06    19.056    22:23   Tue   Aug, 20   Vivo BSA          1.56    Fedora
206.74   16.91    19.38     22:47   Tue   Aug, 20   Vivo BSA          1.56    Debian
208.06    3.39     9.448    23:09   Tue   Aug, 20   Vivo BSA          1.56  * KDE Neon
207.54   16.92    19.274    23:26   Tue   Aug, 20   Vivo BSA          1.56    Mageia
182.71   17.15    13.81     21:19   Fri   Aug, 23   Claro Net Virtua 19.38    Devuan
  3.71    3.02  2516.656    22:15   Fri   Aug, 23   Claro Net Virtua 19.38  * openSUSE
169.46   17.16    11.197    22:43   Fri   Aug, 23   Claro Net Virtua 19.38    openSUSE
150.27   15.72    12.994    23:58   Fri   Aug, 23   Claro Net Virtua 19.38    Fedora
165.51   16.85    11.765     9:05   Sat   Aug, 24   Claro Net Virtua 19.38    KDE Neon
187.61   17.32    13.049     9:17   Sat   Aug, 24   Claro Net Virtua 19.38    Mageia
183.81   17.10    11.71      9:30   Sat   Aug, 24   Claro Net Virtua 19.38    openSUSE
187.33   17.11    12.589    21:44   Sun   Aug, 25   Claro Net Virtua 19.38    PCLinuxOS
207.98   16.93     8.394     8:22   Mon   Aug, 26   Claro Net Virtua  1.56    Fedora
190.77   16.42    11.719     8:28   Tue   Aug, 27   Claro Net Virtua  1.56    Mint
194.30   16.51    13.168    19:07   Tue   Aug, 27   Claro Net Virtua  1.56    Mint
207.43   17.17    23.794    19:23   Tue   Aug, 27   Vivo BSA          1.56    Devuan
207.20   17.13    23.51      9:55   Wed   Aug, 28   Vivo BSA          1.56    Devuan
187.14   16.70    12.741    10:07   Wed   Aug, 28   Claro Net Virtua  1.56    PCLinuxOS
179.42   17.32    13.955     0:48   Thu   Aug, 29   Claro Net Virtua  1.56    Slackware
183.84   16.37    53.359     8:33   Thu   Aug, 29   Claro             1.56    PCLinuxOS
207.13   16.82    31.176     8:55   Thu   Aug, 29   Vivo BSA          1.56    Mageia
207.24   17.02    25.682    11:27   Thu   Aug, 29   Vivo BSA          1.56    Arch
206.84   16.97    25.813    11:45   Thu   Aug, 29   Vivo BSA          1.56    Slackware
208.36   17.09    11.061    12:20   Thu   Aug, 29   Vivo BSA          1.56    openSUSE
207.47   16.96    24.428    14:04   Thu   Aug, 29   Vivo BSA          1.56    Fedora
206.96   17.10    25.02     15:16   Thu   Aug, 29   Vivo BSA          1.56    Debian
207.87    3.38    11.351    16:50   Thu   Aug, 29   Vivo BSA          1.56  * KDE Neon
204.48   17.23    27.252    18:10   Thu   Aug, 29   Vivo BSA          1.56    Mageia
206.80   17.30    25.96      7:01   Fri   Aug, 30   Vivo BSA          1.56    PCLinuxOS (2)
207.47   16.78    25.506     8:31   Fri   Aug, 30   Vivo BSA          1.56    Arch
202.58   16.66    24.531    10:54   Fri   Aug, 30   Vivo BSA          1.56    Arch
206.78   17.04    22.841    18:43   Fri   Aug, 30   Vivo BSA          1.56    Slackware
202.26   16.73    24.657    18:57   Fri   Aug, 30   Vivo BSA          1.56    Mint
208.36   17.09    11.121    19:15   Fri   Aug, 30   Vivo BSA          1.56    openSUSE
203.52   16.88    22.469    20:23   Fri   Aug, 30   Vivo BSA          1.56    Fedora
207.61   16.78    21.682     7:27   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56    Debian
208.25    3.39    11.288     7:57   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56  * KDE Neon
208.35    3.38     9.456     9:48   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56  * KDE Neon
207.07   17.01    22.456    11:48   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56    Devuan
206.95   16.82    22.012    12:13   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56    PCLinuxOS
207.53   16.86    21.812    12:50   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56    Arch
206.43   17.49    22.693    13:44   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56    PCLinuxOS (1)
208.47   17.11     9.778    15:06   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56    openSUSE
207.77   16.99    20.43     15:35   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56    Mageia
207.65   16.93    20.246    16:55   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56    Mageia
207.61   16.96    21.842    18:59   Sat   Aug, 31   Vivo BSA          1.56    Mageia
207.35   16.75    21.735     9:24   Sun   Sep,  1   Vivo BSA          1.56    PCLinuxOS (2)
207.03   16.95    21.732    10:15   Sun   Sep,  1   Vivo BSA          1.56    Arch
207.63   16.71    21.608    10:36   Sun   Sep,  1   Vivo BSA          1.56    PCLinuxOS (1)
208.23   17.21    10.982    11:21   Sun   Sep,  1   Vivo BSA          1.56    openSUSE
204.30   16.98    21.141    12:29   Sun   Sep,  1   Vivo BSA          1.56    Fedora
207.60   17.25    21.655    12:45   Sun   Sep,  1   Vivo BSA          1.56    Debian
208.50    3.40    10.329    13:13   Sun   Sep,  1   Vivo BSA          1.56  * KDE Neon
206.12   16.56    20.984    16:21   Sun   Sep,  1   Vivo BSA          1.56    Mageia
206.32    3.41     9.632    11:24   Mon   Sep,  2   Vivo BSA          1.56  * KDE Neon
208.62   17.40     8.356    23:32   Mon   Sep,  2   Vivo BSA          1.56    openSUSE
208.60   17.28     9.03      7:56   Tue   Sep,  3   Vivo BSA          1.56    openSUSE
208.38   17.21     8.43     10:13   Tue   Sep,  3   Vivo BSA          1.56    openSUSE
207.47   16.71    17.084    17:12   Tue   Sep,  3   Vivo BSA          1.56    Fedora
207.07   16.96    17.552    19:23   Tue   Sep,  3   Vivo BSA          1.56    PCLinuxOS (2)
207.70   17.26    23.346     8:58   Wed   Sep,  4   Vivo BSA          1.56    Arch
207.43   16.71    22.592     9:22   Wed   Set,  4   Vivo BSA          1.56    Mint
208.62   17.17     9.779    15:51   Wed   Sep,  4   Vivo BSA          1.56    openSUSE
208.58   17.28    11.754     2:22   Thu   Sep,  5   Vivo BSA          1.56    openSUSE
208.62   17.19    11.18      9:49   Thu   Sep,  5   Vivo BSA          1.56    openSUSE
208.42   16.94    10.483    19:59   Thu   Sep,  5   Vivo BSA          1.56    openSUSE
207.69   16.94    20.993    16:33   Fri   Sep,  6   Telebras         19.38    openSUSE
205.64   16.39    30.1       5:19   Sat   Sep,  7   Telebras         19.38    Mageia
205.95   16.62    30.693    14:14   Sat   Sep,  7   Telebras         19.38    Mageia
202.48   17.12    34.876    14:26   Sat   Sep,  7   Telebras         19.38    Devuan
206.48   16.68    30.216    15:10   Sat   Sep,  7   Telebras         19.38    PCLinuxOS (2)
205.68   16.71    31.472    18:51   Sat   Sep,  7   Telebras         19.38    Arch
204.85   16.79    30.845    19:01   Sat   Sep,  7   Telebras         19.38    PCLinuxOS (1)
207.70   17.05    20.991    19:48   Sat   Sep,  7   Telebras         19.38    openSUSE
202.37   16.55    32.696    20:51   Sat   Sep,  7   Telebras         19.38    Fedora
196.90   17.05    33.332    21:12   Sat   Sep,  7   Claro            19.38    Debian
198.39   16.49    22.427    21:34   Sat   Sep,  7   Telebras         19.38    KDE Neon
199.55   16.75    30.173    21:51   Sat   Sep,  7   Telebras         19.38    Mageia
207.12   16.81    22.098     3:03   Tue   Sep, 10   Telebras         19.38    openSUSE
199.63   15.63    35.518    10:29   Tue   Sep, 10   Telebras         19.38    PCLinuxOS (2)
202.53   15.43    30.074    17:29   Tue   Sep, 10   Telebras         19.38    Arch
205.17   16.90    29.861    18:12   Tue   Sep, 10   Telebras         19.38    PCLinuxOS (1)
206.44   16.82    29.682    18:25   Tue   Sep, 10   Telebras         19.38    Fedora
204.79   16.71    30.282    18:36   Tue   Sep, 10   Telebras         19.38    Debian
206.78   16.79    30.002    19:16            ,      Telebras         19.38    Mageia
205.15   15.47    31.1      13:41   Wed   Sep, 11   Telebras         19.38    openSUSE
207.61   17.13    22.072     7:30   Thu   Sep, 12   Telebras         19.38    openSUSE
201.35   16.59    25.89     22:54   Thu   Sep, 12   Telebras         19.38    openSUSE
203.72   16.71    42.772    23:17   Thu   Sep, 12   Telebras         19.38    PCLinuxOS (2)
206.69   16.98    29.794     8:57   Fri   Sep, 13   Vivo BSA          1.56    Arch
206.39   16.77    29.727     9:09   Fri   Sep, 13   Vivo BSA          1.56    PCLinuxOS (1)
206.13   16.85    39.808    10:49   Fri   Sep, 13   Vivo BSA          1.56    Fedora
207.01   17.24    30.32     11:57   Fri   Sep, 13   Vivo BSA          1.56    Debian
207.29   17.07    29.648    12:34   Fri   Sep, 13   Vivo BSA          1.56    Mageia
205.20   16.64    32.038    18:47   Fri   Set, 13   Vivo BSA          1.56    Mint
208.13   17.33    13.218    19:21   Fri   Sep, 13   Vivo BSA          1.56    openSUSE
208.42    3.18    8.348     19:53   Fri   Sep, 13   Vivo BSA          1.56  * KDE Neon
207.25   17.18    23.976     9:39   Sat   Sep, 14   Vivo BSA          1.56    Devuan
206.99   16.96    24.157    15:00   Sat   Sep, 14   Vivo BSA          1.56    PCLinuxOS (2)
  4.05    3.33  2525.1      22:13   Sat   Sep, 14   Vivo BSA          1.56  * openSUSE
208.37   16.52    10.299    22:16   Sat   Sep, 14   Vivo BSA          1.56    openSUSE
207.45   17.33    23.133    12:16   Sun   Sep, 15   Vivo BSA          1.56    Debian
208.36    3.41    10.268    12:39   Sun   Sep, 15   Vivo BSA          1.56  * KDE Neon
208.30   17.24    10.92     14:01   Sun   Sep, 15   Vivo BSA          1.56    openSUSE
203.93   16.91    24.416    15:47   Sun   Sep, 15   Vivo BSA          1.56    Fedora
207.64   16.88    21.682     6:52   Mon   Sep, 16   Vivo BSA          1.56    Fedora

As médias no período, — excluídas as anomalias (*) do openSUSE e do KDE Neon, — ficaram em 201,94 Mbps (download) e 16,87 Mbps (upload).

No entanto, a média de Download foi menor em Agosto, — com 17 registros abaixo de 200 Mbps, — enquanto em Setembro houve apenas 4 registros abaixo dessa marca (dos quais, 3 no dia 7, com medidas de “segurança nacional” que incluíam até snippers na Esplanada dos Ministérios).

     Down      Up    Average
   197.51   16.89    15 ~ 31 August
   205.97   16.85     1 ~ 16 September
   201.81   16.87    Total

(*) Anomalias observadas:

  • openSUSE com limitação de velocidade, por algum erro de configuração manual (Network Manager), até que restabeleci o Wicked, com a configuração-padrão. — Tempos depois, houve um caso isolado de limitação, mas bastou reiniciar o Wicked, para normalizar de imediato:
# systemctl restart wickedd
  • KDE Neon com eventual limitação, somente na velocidade de upload. — Comparei com as configurações do Mint 18 KDE (que usa a mesma base “buntu” LTS), mas não consegui descobrir um possível motivo. — O problema prosseguiu em uma nova instalação do KDE Neon, em hardware novo, no início de 2020, — e desapareceu, espontaneamente, em Agosto 2020.
  • Devuan apresentou falhas de conexão, pelo menos, 2 vezes. — Em ambos os casos, bastou desconectar / conectar, pelo widget do Painel, para normalizar de imediato.
  • Servidores - Nos primeiros 15 dias, speedtest-cli variou bastante na escolha, entre um número maior de servidores (e a média foi menor). — Depois, passou a escolher sempre o mesmo, por dias e dias seguidos, alternando entre apenas 2 servidores (Telebras, Vivo BSA); e a média melhorou.
  • Patinho feio - A maioria dos resultados abaixo de 200 Mbps coincidem com a escolha de servidores Claro, Claro Net Virtua ou PS5 Internet (talvez menos responsivos), — mas isto pressupõe que, naqueles momentos, Telebras e Vivo BSA deviam estar em situação pior ainda.
  • Distâncias - O Manual do speedtest-cli afirma que ele escolhe o servidor “mais próximo”, — mas isso não deve ser tomado ao pé da letra. — Como se vê, as próprias “distâncias” de alguns servidores oscilam, de um dia para outro, talvez de acordo com a melhor rota no momento.
  • Dualboot - O uso de várias distros, no mesmo hardware, evidenciou de imediato os casos de “erro de configuração” (openSUSE, KDE Neon). — Isso evita “verificações” sem rumo certo, intermináveis (e que, mesmo assim, deixam inúmeras possibilidades a descoberto). — “Já fez Reset do Modem? Verificou se o cabo não está frouxo?”. Ninguém merece.

Servidores “mais próximos” (até “60 km”), no Sábado e na Terça-feira

Para escolher manualmente um servidor (ou vários), os códigos ID do mundo inteiro podem ser obtidos pelo comando $ speedtest-cli --list. — São mais de 8.000 — e felizmente vêm ordenados, dos mais “próximos” para os mais distantes.

Observe que o servidor fisicamente mais próximo (a “80 metros”) deixou de ser listado dias depois, — e jamais foi escolhido pelo speedtest-cli, durante 90 dias. — Luziânia (GO) às vezes fica a mais de 60 km, outras vezes cai para 52 km.

28 Abr 2021 - Dois anos depois, o comando retorna uma lista de exatos 100 provedores, apenas, e nenhum deles no DF. — À primeira vista, parecem ser todos de Goiás, e a “distância virtual” indicada vai de 71 a 274 km. No site, o número mundial de servidores de teste é agora de 14.416.

No site speedtest.net, é possível encontrar informações atualizadas sobre a rede de servidores.

Velocidades obtidas no meio da tarde de um dia útil, por ordem decrescente

Na prática, interessa não só a velocidade da casa até o servidor mais responsivo, — mas acima de tudo, as velocidades no desempenho de tarefas “reais”, tais como baixar imagens ISO ou fazer atualizações frequentes, a partir de repositórios situados em Curitiba, Manaus, Equador, Estados Unidos, Europa.

Para avaliar isso, selecionei 78 servidores de todos os continentes — tentando adivinhar os “melhores”, a partir de alguns indícios — e executei um script simples, no meio da tarde de um “dia útil”.

date && speedtest-cli --server 16438 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # Vivo SPPD (São Paulo, Brazil) [880.68 km]
date && speedtest-cli --server 18103 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # Claro SP1 (São Paulo, Brazil) [880.68 km]
date && speedtest-cli --server 21040 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # Infranet Telecom (São Paulo, Brazil) [880.68 km]
date && speedtest-cli --server 16976 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # Spectrum (New York, NY, United States) [6826.88 km]
date && speedtest-cli --server 5029  | grep "Hosted\|Download\|Upload" # AT&T (New York, NY, United States) [6826.88 km]
date && speedtest-cli --server 10390 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # Speedtest.net (New York, NY, United States) [6826.88 km]
date && speedtest-cli --server 7170  | grep "Hosted\|Download\|Upload" # ISPnet, Inc (New York, NY, United States) [6826.88 km]
date && speedtest-cli --server 21313 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # Data Room (New York, NY, United States) [6826.88 km]
date && speedtest-cli --server 22103 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # i3D.net (Moscow, Russia) [11158.81 km]
date && speedtest-cli --server 10366 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # Orange Business Services, Russia & CIS (Moscow, Russian Federation) [11158.81 km]
date && speedtest-cli --server 6827  | grep "Hosted\|Download\|Upload" # MGTS (Moscow, Russian Federation) [11158.81 km]
date && speedtest-cli --server 22050 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # RETN (Moscow, Russia) [11158.81 km]
date && speedtest-cli --server 19756 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # ASVT (Moscow, Russia) [11158.81 km]
date && speedtest-cli --server 4984  | grep "Hosted\|Download\|Upload" # CLN (Moscow, Russian Federation) [11158.81 km]
date && speedtest-cli --server 14612 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # Claro net vírtua (Rio de Janeiro, Brazil) [940.40 km]
date && speedtest-cli --server 21549 | grep "Hosted\|Download\|Upload" # VIVO RJO (Rio de Janeiro, Brazil) [940.40 km]
...

O teste demorou mais de 1 hora (15:20 a 16:26), pois alguns servidores demoraram a responder, — ou foram abandonados por timeout, após longa espera.

Considerando apenas os melhores resultados, ficou claro que é possível, sim, — pelo menos, em tese, — obter downloads transcontinentais em velocidades bastante razoáveis, mesmo no meio da tarde de um dia útil.

É curioso que, fora do Brasil, os melhores resultados tenham sido da Holanda, Rússia e Equador, — países com cujos espelhos tenho tido menos sorte, “na prática”.

Speedtest® CLI


Em 29 Outubro 2019, Ookla lançou seu próprio aplicativo “cli”, — Speedtest® CLI, — totalmente fora do padrão GUI seguido em todos os seus demais aplicativos, até então.

Em “Speedtest.net just launched an official C++ CLI client”, foram apresentados motivos pelos quais esse lançamento seria melhor do que o speedtest-cli de código aberto, — para usos técnicos de alta complexidade, — mas parece-me que não, necessariamente, para usuários comuns.

A página oficial do Speedtest® CLI by Ookla fornece as instruções para instalar o novo aplicativo em sistemas Ubuntu-Debian e Fedora-CentOS-RedHat (além de MacOS e FreeBSD), mas as primeiras tentativas foram meio frustrantes.

Primeiro, é obrigatório desinstalar o speedtest-cli, — e resolvi tentar no Mint 18 KDE (Xenial), após um backup do sistema pelo Timeshift.

Para Ubuntu e derivados, as opções oferecidas são Xenial e Bionic, — mas não foi possível obter gnupg1 no Xenial. — Portanto, restaurei o Mint 18 KDE, com o velho e bom speedtest-cli.

No Debian, está disponível para Jessie, Stretch e Buster, — mas não para Testing (Bullseye).

Nada para Mageia, openSUSE, PCLinuxOS, Slackware, Arch, Sabayon, — o que me deixaria com ferramentas desencontradas, caso conseguisse instalar no Fedora e no KDE Neon (Bionic). — Sinceramente, não compensa.

Por coincidência, uma semana antes (22 Outubro) o aplicativo de código aberto começou a obter respostas muito estranhas da rede de servidores coordenada pela Ookla.

Desde cedo, no dia 22 Outubro, o speedtest-cli passou a trabalhar sempre com servidores de Andradina (SP) e Três Lagoas (MS), — cidades situadas a mais de 800 km de Brasília, — e assim permaneceu até 3 Novembro:

 Down     Up      ping    Time           Date   Server              City             km   System

207.4   17.0      20.6   12:29   Mon   16 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Fedora
207.0   16.3      20.6   13:01   Mon   16 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Mageia
205.8   16.6      21.7   13:32   Mon   16 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Mint
201.5   16.8      22.4   08:59   Tue   17 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   PCLinuxOS 2
205.7   17.1      24.3   10:28   Tue   17 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Arch
208.5   17.0      10.4   11:11   Tue   17 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   openSUSE
202.8   17.1      21.7   11:48   Tue   17 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Fedora
207.7   17.4      19.6   12:18   Tue   17 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Debian
207.5   17.0      19.8   14:09   Tue   17 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Mageia
207.2   16.9      18.5   17:26   Tue   17 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Fedora
205.3   16.8       8.4   06:57   Wed   18 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   openSUSE
207.4   16.8      21.3   07:19   Wed   18 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Arch
207.2   17.4      18.2   21:29   Wed   18 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   PCLinuxOS 2
207.3   17.3      17.9   08:33   Fri   20 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   PCLinuxOS 2
204.2   16.9      27.6   11:39   Fri   20 Sep   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Arch
205.4   16.8      39.7   06:58   Sat   21 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 1
200.0   16.8      24.1   08:14   Sat   21 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   openSUSE
192.4   16.8      37.8   10:32   Sat   21 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Fedora
180.2   16.1      39.4   12:00   Sat   21 Sep   Claro               Brasilia      19.38   Debian
207.4   17.0      26.1   14:09   Sat   21 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   KDE Neon
203.4   16.4      37.6   14:18   Sat   21 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Mageia
176.4   16.5      40.0   15:09   Sat   21 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Mint
195.7   16.5      33.2   15:10   Sat   21 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Mint
206.1   16.7      38.4   17:26   Sat   21 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Slackware
206.0   16.7      37.9   08:36   Sun   22 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Slackware
204.6   17.1      37.5   04:27   Tue   24 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Debian
204.9   16.6      25.2   17:05   Tue   24 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   KDE Neon
207.2   17.1      25.4   06:31   Wed   25 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   openSUSE
204.7   16.5      39.4   10:00   Wed   25 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Fedora
201.0   16.7      38.4   10:26   Wed   25 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Fedora
204.3   16.7      38.2   12:42   Wed   25 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Debian
205.6   16.7      37.1   14:56   Thu   26 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
204.4   16.8      38.0   07:57   Sat   28 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
200.8   17.1      33.8   08:47   Sat   28 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Arch
198.0   16.8      51.9   08:59   Sat   28 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 1
206.8   16.9      24.3   13:08   Sat   28 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   openSUSE
203.8   16.7      34.9   14:10   Sat   28 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Fedora
206.4   16.8      34.7   20:31   Sat   28 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   Mageia
207.6   17.1      22.3   09:29   Sun   29 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   openSUSE
205.9   16.8      39.1   10:10   Mon   30 Sep   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
206.3   16.8      32.3   11:25   Tue    1 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
204.7   16.9      39.2   08:52   Thu    3 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
194.1   16.9      39.4   00:40   Fri    4 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   Arch
197.2   16.7      38.7   09:57   Fri    4 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 1
205.5   16.6      41.2   10:43   Fri    4 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 1
207.1   16.8      26.7   12:49   Fri    4 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   openSUSE
199.4   16.7      42.3   13:23   Fri    4 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   Fedora
191.5   15.2      40.9   13:37   Fri    4 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   Debian
201.3   16.1      40.0   13:39   Fri    4 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   Debian
205.7   16.6      42.3   15:48   Fri    4 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   Mageia
205.7   16.7      40.8   13:37   Sat    5 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
206.1   16.8      40.0   15:58   Sat    5 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 1
205.3   16.7      41.1   19:20   Sun    6 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
205.5   17.1      43.2   10:40   Mon    7 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
182.6   14.6      48.5   03:19   Tue    8 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
204.1   17.2      41.8   16:04   Tue    8 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   Arch
205.8   16.9      42.9   17:58   Tue    8 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   PCLinuxOS 1
206.1   17.0      24.3   20:36   Tue    8 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   openSUSE
206.4   16.0      41.7   22:19   Tue    8 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   Fedora
202.5   16.8      62.8   23:22   Tue    8 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   Debian
202.5   16.4      41.8   07:18   Wed    9 Oct   PS5 Internet        Brasilia      19.38   Mint
206.2   16.7      42.6   08:09   Wed    9 Oct   Telebras            Brasilia      19.38   Fedora
188.1   14.3      46.9   15:30   Wed    9 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   openSUSE
196.3   16.4      36.1   14:52   Thu   10 Oct   Claro               Brasília      19.38   openSUSE
192.8   16.4      59.1   18:13   Thu   10 Oct   G8                  Brasilia      18.01   Fedora
184.7   16.2      46.4   05:50   Fri   11 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   Arch
192.7   15.6      37.6   08:17   Sat   12 Oct   Claro               Brasília      19.38   Arch
199.8   16.8      37.8   08:27   Sat   12 Oct   Claro               Brasília      19.38   Mageia
207.7   16.6       7.7   08:39   Sat   12 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   Mageia
201.0   16.3      39.6   12:08   Sat   12 Oct   Claro               Brasília      19.38   Mageia
190.7   15.4      48.0   09:32   Mon   14 Oct   Claro               Brasília      19.38   Mageia
189.1   16.5      38.3   11:55   Mon   14 Oct   Claro               Brasília      19.38   PCLinuxOS 2
207.9   17.5       9.7   12:51   Mon   14 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
199.9   16.7      45.7   13:30   Mon   14 Oct   Claro               Brasília      19.38   Devuan
188.9   16.9      44.7   17:17   Mon   14 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   openSUSE
184.3   16.8      40.8   19:16   Mon   14 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   Fedora
185.1   16.5      50.8   11:01   Wed   16 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   Mageia
182.4   16.2      49.7   18:01   Wed   16 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
184.8   15.6      47.1   12:25   Thu   17 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
186.1   16.4      62.9   08:32   Fri   18 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
104.7   17.0      17.6   08:38   Fri   18 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
184.0   16.5      58.5   06:49   Sat   19 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
185.3   16.6      55.3   07:04   Sat   19 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   Mageia
196.6   16.8      55.6   07:45   Sat   19 Oct   Conex Internet      Sobradinho     0.08   PCLinuxOS 2
179.2   16.6      55.3   08:51   Sat   19 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
166.0   15.8      51.7   10:07   Sat   19 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   Mint
193.0   16.7      54.8   13:28   Sat   19 Oct   G8                  Brasilia      18.01   Fedora
192.4   16.6      54.6   13:39   Sat   19 Oct   Conex Internet      Sobradinho     0.08   Fedora
207.5   17.1      20.1   11:44   Sun   20 Oct   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Slackware
208.1   17.4       7.6   10:31   Mon   21 Oct   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch
207.0   17.4      27.7   14:51   Mon   21 Oct   VIVO BSA            Brasilia       1.56   Arch
194.4   16.4      78.4   10:00   Tue   22 Oct   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   Arch
175.7   16.6     112.5   19:04   Tue   22 Oct   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   Arch
193.8   16.7      48.6   10:47   Wed   23 Oct   Telnet - Sist e Com Tres Lagoas    6.75   openSUSE
191.9   17.1     100.6   15:54   Wed   23 Oct   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   openSUSE
192.3   16.8      89.5   16:35   Wed   23 Oct   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Fedora
154.7   17.0      82.5   18:49   Wed   23 Oct   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Debian
201.8   16.6      52.1   09:06   Thu   24 Oct   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   Mageia
194.6   16.5      42.3   12:20   Thu   24 Oct   Telnet - Sist e Com Tres Lagoas    6.75   openSUSE
133.1   16.8      54.9   14:46   Thu   24 Oct   Telnet - Sist e Com Tres Lagoas    6.75   openSUSE
  3.8    3.3   2,586.0   16:14   Thu   24 Oct   Telnet - Sist e Com Tres Lagoas    6.75   openSUSE
196.4   16.6      94.6   21:45   Thu   24 Oct   Telnet - Sist e Com Tres Lagoas    6.75   Mageia
170.1   16.5      51.1   09:33   Fri   25 Oct   Telnet - Sist e Com Tres Lagoas    6.75   Arch
 56.7   13.7      93.3   15:35   Fri   25 Oct   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Arch
170.0   16.6      81.1   15:48   Fri   25 Oct   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   Arch
179.0   17.3      11.6   05:01   Sat   26 Oct   Claro net virtua    Brasilia      19.38   PCLinuxOS 2
194.8   17.0      62.8   01:08   Sun   27 Oct   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   PCLinuxOS 1
199.7   16.7      69.3   07:47   Tue   29 Oct   Rede Telecom        Andradina     36.68   PCLinuxOS 1
189.7   17.1      61.0   22:06   Tue   29 Oct   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Fedora
135.7   16.9      65.1   22:44   Tue   29 Oct   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Mageia
  4.0    3.3   2,552.9   23:04   Tue   29 Oct   Telnet - Sist e Com Tres Lagoas    6.75   Fedora
  3.9    3.2   2,558.4   08:39   Wed   30 Oct   Telnet - Sist e Com Tres Lagoas    6.75   Fedora
  3.8    3.3   2,560.5   08:52   Wed   30 Oct   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Fedora
180.5   16.8      58.0   09:04   Wed   30 Oct   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   Fedora
195.7   17.1      86.7   09:59   Wed   30 Oct   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   Fedora
200.8   16.4      81.4   11:42   Wed   30 Oct   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   Fedora 31
198.6   16.5      70.3   07:36   Thu   31 Oct   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   Fedora
197.7   16.7      56.6   15:47   Thu   31 Oct   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Mageia
190.6   17.0      91.1   23:16   Thu   31 Oct   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Devuan
193.3   16.5     106.8   08:09   Fri    1 Nov   Rede Telecom        Andradina     36.68   PCLinuxOS 1
  3.9    3.3   2,564.8   08:54   Fri    1 Nov   Rede Telecom        Andradina     36.68   openSUSE
 92.9   16.4   2,562.3   08:57   Fri    1 Nov   Rede Telecom        Andradina     36.68   openSUSE
 94.6   16.9      41.1   09:26   Fri    1 Nov   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   openSUSE
175.5   16.9      68.0   12:32   Fri    1 Nov   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Debian
194.2   16.6      78.5   14:05   Fri    1 Nov   Rede Telecom        Andradina     36.68   Fedora
192.8   16.8      85.8   07:34   Sat    2 Nov   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Fedora
192.1   16.5      84.1   11:03   Sat    2 Nov   Rede Telecom        Andradina     36.68   Arch
191.9   16.8     114.8   15:37   Sat    2 Nov   Rede Telecom        Andradina     36.68   Mageia
165.1   16.9      55.1   07:13   Sun    3 Nov   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   Arch
164.8   16.5      91.7   11:30   Sun    3 Nov   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   Arch
197.1   16.6      82.2   12:35   Sun    3 Nov   Rede Conectividade  Tres Lagoas    6.75   PCLinuxOS
185.1   17.1      13.9   15:38   Mon    4 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Fedora
176.7   17.1      14.5   07:50   Tue    5 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Fedora
184.4   16.4      13.5   13:09   Tue    5 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Mageia
152.9   17.0      15.3   08:55   Wed    6 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch
187.6   17.0      14.0   19:16   Wed    6 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch
184.9   16.6      61.4   12:52   Thu    7 Nov   GIGABYTE            Tres Lagoas    6.75   Arch 2
185.2   17.2      12.9   21:19   Fri    8 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
182.6   16.7      12.0   10:05   Sat    9 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
175.5   16.8      15.0   20:00   Sat    9 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
179.9   16.8      11.6   01:47   Sun   10 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 1
176.0   16.8      15.9   07:32   Sun   10 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   PCLinuxOS
153.7   16.8      10.0   08:31   Sun   10 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   openSUSE
185.5   17.3      16.0   13:47   Sun   10 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Fedora
181.0   16.6      11.7   14:06   Sun   10 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Debian
177.4   17.2      11.4   15:15   Sun   10 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Mageia
186.5   16.6      12.2   15:23   Sun   10 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Mageia
186.4   16.8      36.8   18:22   Sun   10 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   PCLinuxOS
176.3   17.1      12.5   18:50   Sun   10 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Slackware
185.3   17.3      11.9   19:35   Sun   10 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
156.0   17.3      13.6   10:34   Mon   11 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
146.8   16.9      14.6   10:38   Mon   11 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
167.8   16.8      12.6   10:40   Mon   11 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
182.7   17.0      13.1   17:28   Mon   11 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 1
171.7   16.9      11.6   04:06   Tue   12 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Slackware
208.1   17.1       7.5   05:49   Tue   12 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Slackware
186.0   17.3      11.6   13:34   Tue   12 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
184.7   16.6      13.0   18:24   Tue   12 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 1
186.5   16.3      12.5   09:51   Wed   13 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 1
186.3   16.6      31.5   15:37   Wed   13 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
185.2   16.9      12.0   09:03   Thu   14 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
182.0   17.1      18.7   16:15   Thu   14 Nov   Claro net virtua    Brasilia      19.38   Arch 2
171.3   16.5      21.0   07:19   Fri   15 Nov   Claro net virtua    Brasilia      19.38   Arch 2
186.1   17.0      15.0   14:54   Sat   16 Nov   Claro net virtua    Brasilia      19.38   Arch 2
188.2   17.4      11.8   17:52   Sat   16 Nov   Claro net virtua    Brasilia      19.38   openSUSE
185.7   17.3      14.6   21:15   Sat   16 Nov   Claro net virtua    Brasilia      19.38   Mageia
186.7   17.1      12.6   10:42   Sun   17 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
158.5   16.7      12.3   12:08   Mon   18 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
186.6   15.9      14.0   06:53   Tue   19 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Arch 2
188.0   17.2      13.0   09:53   Tue   19 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Debian
191.8   16.1      16.0   10:11   Tue   19 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Mint
189.1   16.5      11.9   11:05   Tue   19 Nov   Claro net virtua    Brasilia       1.56   Mint

Nesses 13 dias, a média das velocidades anotadas caiu para 154 Mbps, — mas os resultados já estavam caindo desde o dia 10 Outubro, — e não voltaram totalmente ao normal depois do dia 3 de Novembro:

   Average  Downspeed        Mbps

   15 ~ 31  August           197.51
    1 ~ 16  September        205.97

   16 ~ 30  September        203.2
    1 ~  9  October          202.7

   10 ~ 21  October          189.2
   22 ~  3  November         154.0
    4 ~ 19  November         179.9

No entanto, tenho dúvidas de que haja, de fato, qualquer problema com o provedor, ou com a rede em torno de Brasília.

Em pelo menos 4 momentos, executei o speedtest-cli antes e depois de fazer o teste pelos sites Simet (NIC.BR), EAQ e Speedtest by Ookla (en, pt), — e eles apontaram velocidades normais, — embora às vezes também pareçam ter sofrido percalços:

        13:28   Sat 19 Oct
        speedtest-cli      - 193.03
        --------------------
        Simet - SP         - 202
        Simet - DF         - 208
        EAQ                - 223
        Speedtest by Ookla - 212
        --------------------
        13:39   Sat 19 Oct
        speedtest-cli      - 192.37


         8:39   Wed 30 Oct
        speedtest-cli      -   3.87
        --------------------
        EAQ                - 208
        Speedtest by Ookla - 208
        Simet  - Oops (2x) -
        --------------------
         8:52   Wed 30 Oct
        speedtest-cli      -   3.84


         8:57   Fri  1 Nov
        speedtest-cli      -  92.87
        --------------------
        EAQ                -
        EAQ                - 222.02
        Simet NIC.BR       -
        Simet NIC.BR       - 206
        Speedtest Ookla pt -  68.13
        Speedtest Ookla    -  80.93
        --------------------
         9:26   Fri  1 Nov
        speedtest-cli      -  94.59


        20:18   Tue 19 Nov
        speedtest-cli      - 180.44
        --------------------
        EAQ                - 205.48
        Simet - SP         - 204
        Speedtest Ookla pt - 208.45
        Speedtest Ookla    - 212.24
        --------------------
        20:26   Tue 19 Nov
        speedtest-cli      - 186.14

No dia-a-dia, — atualizações das distros e, às vezes, download de imagens ISO, — não me convenço de que a velocidade da conexão tenha, de fato, diminuído.

Dezembro 2019 - Os resultados do velho e bom speedtest-cli (aberto e livre) parecem caminhar para a normalidade, na segunda metade de Dezembro 2019:

  Down      Up     ping    Time           Date   Server            City         km  System

207.46   17.11    7.767   09:36   Mon   16 Dec   Claro net vírtua  Brasilia  20.24   Slackware
186.68   16.77   12.32    16:16   Wed   18 Dec   Claro net vírtua  Brasilia  20.24   Void
191.00   15.76   29.089   09:04   Thu   19 Dec   Claro BSA         Brasília  20.24   Arch
203.30   16.31   27.376   09:44   Fri   20 Dec   Claro Movel BSB   Brasília   1.56   Fedora
207.92   17.27   17.411   09:53   Sat   21 Dec   VIVO BSA          Brasilia   1.56   Fedora
202.47   17.08   25.769   13:07   Sun   22 Dec   VIVO BSA          Brasilia   1.56   Fedora
203.86   16.74   18.51    09:19   Tue   24 Dec   VIVO BSA          Brasilia   1.56   Void
195.51   15.80   31.486   07:42   Wed   25 Dec   Claro Movel BSB   Brasília   1.56   Fedora
202.60   16.68   25.016   13:01   Thu   26 Dec   Claro Movel BSB   Brasília   1.56   Fedora

Vale destacar que, no Slackware, não fiz absolutamente nenhuma atualização do speedtest-cli (nem de qualquer outro pacote), — portanto, não houve “alteração” do aplicativo aberto e livre (FOSS), ou de qualquer outro pacote, do qual ele pudesse depender. — Isso reforça minha sensação de que o comportamento estranho tenha ocorrido no âmbito dos “servidores” da rede coordenada pela Ookla, talvez como efeito colateral de ajustes para o lançamento de seu speedtest® CLI (proprietário).

Fevereiro 2020 - De repente, o teste diário de velocidade começou a indicar upload de até 28,6 “megas”, — em contraposição aos tradicionais 16,6 “megas” dos primeiros 7 meses:

  Down      Up     ping    Time          Date   Server              City              km  System

205.12   28.72   41.212   08:42   Mon  17 Feb   Combo Livre         Brasilia        1.56  PCLinuxOS
178.31   26.52   44.926   07:58   Tue  18 Feb   Sem Fronteiras NET  Rio Branco      1.63  openSUSE
208.14   28.23    9.309   09:36   Wed  19 Feb   Claro Movel RBO     Rio Branco      1.63  Fedora

10 Março 2020 - Os testes diários de velocidade começaram a indicar upload de 59,83 a 61,98 Mbit/s.

Antiga operadora


Modem da antiga operadora, em 2008

O velho contrato devia ter 12 ou 14 anos, — começou em “1 megas”, depois 10 (pelo mesmo preço, pois flagrei essa oferta para novos clientes), — e nos primeiros anos, sofreu de 2 problemas principais:

a) Havia quedas mais frequentes de energia na região, a 20 km do centro de Brasília, e quando a rede elétrica se restabelecia, o “sinal” da operadora levava horas para voltar. — Um dia, um técnico confessou que a “central” da minha região não tinha NoBreak. Deixei passar um tempo, para não prejudicá-lo. — Mais tarde, em um mês de várias quedas seguidas (e longas demoras), reclamei tanto, que acabaram botando lá o bendito NoBreak.

b) Após cada estação chuvosa, o sinal ia se deteriorando a cada semana. — Era ferrugem em um conector, exposto ao tempo, em cima do telhado (derivação para outros pontos, TV etc.). — Desde então, logo ao primeiro sinal de queda na qualidade, eu já tratava de pedir a troca do conector, e nunca mais o sinal se deteriorou.

Portanto, há muito tempo não tinha mais do que reclamar (as contas chegavam com antecedência, por eMail), — e não mudaria para uma operadora que não conheço, se não fosse o enorme diferencial da velocidade, por quase o mesmo preço. — Na verdade, mudei com muito receio, e ainda mantive o antigo contrato (suspenso) por mais algumas semanas, por via das dúvidas. Se necessário, poderia mantê-lo suspenso (sem ônus) por até 5 meses.

Só ao cancelar, fizeram uma contra-oferta: — “15 megas” por R$ 66,00, — mas convenhamos: contra-oferta pífia, só para não dizer que não tentaram.

Nova operadora


Modem OiFibra (Nokia G-240W-C) e painel traseiro (detalhe)

Janeiro 2021 - Ao longo de 18 meses, a velocidade se manteve firme, e não houve falhas a consertar.

Apenas, nos primeiros 30 dias, houve 10 “quedas”, — umas, logo após a meia-noite; — outras, só percebidas pela manhã, ao ligar o computador.

Em todos os casos, bastou reiniciar o Modem. — Existe botão On / Off, e também um “buraco de Reset” (clip, alfinete, palito), mas prefiro deixar esfriar 1 minuto. — Ao ligar novamente, a demora é de 3 minutos até tudo se normalizar.

Isso nunca mais aconteceu, — mas fica o registro:

2019-07-15 - 10:02 - Sem conexão --> reset Modem --> Ok
2019-07-16 -  0:28 - Sem conexão --> reset Modem --> Ok
2019-07-18 -  8:54 - Sem conexão --> reset Modem --> Ok
             13:02 - Sem conexão --> reset Modem --> Ok
2019-07-20 -  9:52 - Sem conexão --> reset Modem --> Ok
2019-07-21 -  0:30 - Sem conexão --> reset Modem --> Ok
2019-07-22 -  0:01 - Sem conexão --> reset Modem --> Ok
2019-07-29 -  8:30 - Sem conexão --> reset Modem --> Ok
2019-08-09 -  5:27 - Sem conexão --> reset Modem --> Ok
2019-08-13 -  9:12 - Sem conexão --> reset Modem --> Ok

O que falhou, mesmo, foi a promessa de instalação “em até 5 dias”. — Mandaram a equipe de vendas antes da hora.

Recusei fornecer conta-corrente para débito automático, — o que me custa R$ 20,00 mensais, além daqueles R$ 99,90, — mas é impossível calcular quanta dor-de-cabeça essa “regra” já me poupou, nas últimas décadas.

Três semanas depois, apareceu na minha rua uma segunda equipe de vendas, — também prometendo instalação “em até 5 dias”.

Só então, entrei em contato com a Oi, para saber o que estava acontecendo, — e a partir daí, recebi 13 ligações (de vários DDDs), ao longo de 3 semanas, “para agendar”, — mas todas as vezes, a pessoa descobria alguma “falha do sistema”.

Nesse meio tempo, a primeira equipe voltou a percorrer a rua, exatamente 1 mês após a venda, — “para verificar a satisfação dos clientes”, diziam, — mas desconfiei que estavam sem receber a comissão, e quisessem conferir se a instalação não tinha mesmo sido feita.

Agendamento, confirmação, lembrete, identificação pelo WhatsApp

A semana da instalação, — realizada após 49 dias, — foi uma festa.

Primeiro, recebi um telefonema para agendar a data (e o “sistema” permitiu, enfim). — Meia hora depois, passou na rua uma terceira equipe de vendas. — Da tarde, recebi um Zap, solicitando “Ok” para confirmar dia e horário.

Na véspera (Domingo!), mais 2 Zap solicitando confirmação, — e na Segunda-feira, não apareceu ninguém.

No Terça-feira, mandaram um Zap agendando para Quarta-feira, — e depois de confirmar, recebi mais 3 pedidos de confirmação.

Na Quarta-feira, logo cedo, recebi 2 mensagens pelo WhatsApp de “técnico a caminho”, com link para a foto do cidadão no site oficial da Oi, — o que é uma ótima medida para segurança do cliente, — e finalmente, foi instalada a conexão.

Antes mesmo de o técnico ir embora, solicitaram confirmação de que a instalação estava feita. Logo depois, pediram uma avaliação do técnico, no site oficial da Oi. — No dia seguinte, solicitaram outra confirmação de que a instalação tinha sido feita. — Quando pediram para confirmar pela 3ª ou 4ª vez, perdi a paciência. (Ok, já reencontrei; e foi bom, pois iria precisar de muita, ao longo de 18 meses).

Ficava a impressão de que o atendimento não haveria de falhar por “falta de comunicação”. — Sob esse aspecto, o atendimento parecia tão bom, que até enjoava.

Infelizmente, o volume de ligações de Telemarketing no meu celular também explodiu. — Tive de recorrer ao “Não me perturbe”, da Anatel.

Quando percebi que já estava usando a conexão há mais de 30 dias, entrei em contato por telefone, para pedir a conta, e mandaram em PDF. — Só depois, descobri que tinha chegado pelos Correios (eu é que não tinha o hábito de olhar a caixa de correspondência, naquela altura do mês). — Sim, ainda estava no prazo.

Na semana seguinte, chegou outra 2ª via, pelos Correios.

No outro mês, os Correios entraram em greve. — Liguei em um Sábado, me passaram meia-dúzia de opções via Zap, Web, SMS etc., mas expliquei que sou um velhinho que não entende nada dessas coisas modernas, e tiveram a bondade de mandar por PDF. — Chegou em poucas horas, a tempo de pagar no Domingo de manhã, a caminho da Feira.

17 Fevereiro 2020 - Desde então, fui obrigado a telefonar e enfrentar meia-hora de barreiras robóticas, até conseguir falar com um atendente, para pedir que mandem a conta por eMail, — pois nunca mais recebi pelos Correios, — e ao tentar baixar a conta recebida pelo WhatsApp, sempre recebo mensagem de erro.

Todo mês, peço que me mandem automaticamente por eMail, — às vezes garantem que já providenciaram para que isto seja feito, — mas parece que não interessa.

Em Janeiro 2020, um atendente tentou me convencer de que “o sistema” não permite o envio mensal automático por eMail “para esse tipo de plano”. — Na verdade, é a Oi quem decidiu assim, óbvio. Por que?

Pretendem cansar o cliente, até ele aceitar débito em conta?

Até o cliente concordar com tudo que está no site, — incluindo um contrato que muda sem aviso, — para ser autorizado a usufruir das “facilidades” do aplicativo etc.?

Na prática, o “excesso de comunicação” disfarça um excesso de barreiras a qualquer coisa que não seja o que convém à Oi.

Quanto ao robô “Joice”, — suposta ”Inteligência Artificial”, — só consegue entender coisas bem simples, tipo “Ok”, “Sim”, “Não”. Ainda precisa comer muito feijão.

2020-09-15 - Em resumo:

  • Nunca recebi um contrato em papel timbrado, carimbado, assinado, — como recebi da antiga operadora (e guardo até hoje), — portanto, não tenho firmeza de nada (exceto afirmações das atendentes em ligações gravadas e com números de protocolo).
  • Nunca consegui acesso a uma Ouvidoria. — Você faz sua reclamação aos próprios atendentes, que supostamente transmitirão à Ouvidoria, e se esta achasse que você merece, entraria em contato com você. — Nunca obtive resposta da Ouvidoria.

Teste diário da conexão com um provedor regional do DF

Janeiro 2021 - O atendimento foi se tornando cada vez mais engessado (só opções pré-determinadas), e o acesso a algum atendente de carne-e-osso cada vez mais difícil, até ser totalmente cortado (ao que parece). — Cancelei o contrato, após instalar conexão de uma empresa regional do DF (mesma velocidade, mesmo valor) e testar por 1 semana.

Nas primeiras 5 semanas (35 dias), a conexão da empresa regional do DF se manteve na faixa de 211 a 215 Mbps, — com exceção de 3 ocorrências, de 201, de 205 e de 206 Mbps, — e o upload numa faixa de 32 a 39 Mbps.

Segundo o site de teste do governo da Holanda, a conexão da empresa regional do DF é um pouco inferior, quanto a IPv6.

Será que vai falir?


Gráfico: - Evolução da participação dos grandes grupos de Internet Banda Larga, por número de conexões
Participação dos grandes grupos de Banda Larga, por número de conexões

Todas as concorrentes sabem que a Oi Fibra está oferecendo “200 megas” por R$ 99,90, e em quais 60 ou 70 cidades (*). — Não teriam dificuldade em acompanhar o cronograma de implantação, o início das vendas em cada local, e orientar seus atendentes a tentar evitar cancelamentos nessas áreas específicas. — Se não fazem contra-ofertas, pode-se supor que não estejam perdendo clientes em massa.

(*) É possível que apenas os preços sejam iguais, — mas que, em algumas cidades, as velocidades sejam menores. — A conferir.

Cidades no folheto Oi Fibra - até Maio 2019

AC   Rio Branco
AM   Manaus
AP   Macapá
BA   Barreiras
BA   Juazeiro
BA   Salvador
CE   Fortaleza
CE   Juazeiro do Norte
DF   Brasília
GO   Aparecida de Goiânia
GO   Goiânia
MA   São Luís
MG   Araguari
MG   Belo Horizonte
MG   Betim
MG   Divinópolis
MG   Juiz de Fora
MG   Montes Claros
MG   Patrocínio
MG   Poços de Caldas
MG   Pouso Alegre         ,
MG   Sete Lagoas
MG   Ubá
MG   Varginha
MG   Vespasiano
MS   Dourados
MT   Rondonópolis
PA   Ananindeua
PE   Olinda
PE   Recife
PI   Teresina
PR   Almirante Tamandaré
PR   Colombo
PR   Curitiba
PR   São Jose Dos Pinhais
RJ   Angra dos Reis
RJ   Búzios
RJ   Cabo Frio
RJ   Campos dos Goytacazes
RJ   Duque de Caxias
RJ   Mangaratiba
RJ   Nilópolis
RJ   Niterói
RJ   Nova Iguaçu
RJ   Petrópolis
RJ   Rio de Janeiro
RJ   São Gonçalo
RJ   São João de Meriti
RJ   Teresópolis
RJ   Volta Redonda
RO   Porto Velho
RR   Boa vista
RS   Alvorada
RS   Canoas
RS   Porto Alegre
RS   São Leopoldo
RS   Viamão
TO   Palmas

Julho - Novas cidades, citadas em comunicado à imprensa:

MG   Cataguases
MG   Governador Valadares
MG   Leopoldina
PE   Caruaru
PI   Piripiri
RJ   Barra Mansa
RS   Caxias do Sul

"alcançando 68 municípios" ---> Na lista anterior, de 60, havia 2 cidades repetidas.

Existem barreiras fortes a uma migração rápida:

  1. Retração geral de renda
  2. Resistência a mudanças
  3. Péssima reputação
  4. Operadoras regionais

1) Aumento do desemprego, queda do PIB, incertezas (por mais que a TV fale em ”retomada”) não estimulam a população a nenhum aumento de gastos, — mesmo que de apenas R$ 10,00 mensais, por um incrível salto de “velocidade de internet”, — que, convenhamos, não é fundamental para a maior parte das / dos chefes de família.

2) Na maioria dos casos, essa decisão não é dos adolescentes (nem das avós que ficam em casa), mas das mães e pais, — que passam a maior parte do tempo no trabalho; têm pouco tempo para usufruir da internet à noite; e tendem a desconfiar de “mudanças de plano”, “conversa de vendedor”, pegadinhas ocultas etc. — Não vi muito entusiasmo entre as velhinhas da vizinhança, nas 3 passagens das equipes de venda (sempre em horário comercial, quando os que sustentam a casa estão fora).

Os sites das operadoras, as ofertas e os vendedores de “planos” empenham-se em tornar tudo confuso, incerto, — difícil de comparar, e ainda mais difícil de confiar. — Muito auto-elogio, para pouco conteúdo.

3) Entre os que se interessam pelo assunto, pesquisam, conversam nos fóruns etc., pesa a péssima reputação da Oi Internet (antiga Oi Velox), — que tinha uma posição dominante (com ampla folga, em relação ao 2º colocado), mas estacionou, perdeu clientes e foi superada por outros grupos. — Um exame ligeiro dos números da Anatel indica que o grupo Oi perdeu nada menos que 700 mil conexões em pouco mais de 2 anos, do final de 2016 até o 1º Trimestre de 2019; e uma coisa dessas deixa sequelas na imagem da empresa.

4) Em termos de participação no mercado, a queda foi ainda mais espetacular, — de 42% das conexões, no final de 2007, para 18% em Março 2019. — Isso não ajuda a ser vista como “grande”, por uma parcela do público que atribui solidez e confiança às empresas de maior projeção.

Nesse meio tempo, foi superada, primeiro, pelo crescimento da Net (Claro), — em seguida, pela fusão da Vivo (que também vinha caindo) com a GVT, — e agora, por uma série de provedores regionais, cada um, expressivo em apenas 1 ou 2 estados, mas que em conjunto (“Outras”) se tornaram referências na pesquisa de Satisfação / Qualidade da Anatel.

Satisfação do usuário com as operadoras de Banda Larga fixa, em 2018 (Pesquisa Anatel)

A inclusão de mais provedores regionais, — devido a novos critérios de tamanho, — sacudiu um pouco a visão do mercado.

De repente, as ”4 grandes”, — Net, Vivo, Oi, Sky, — foram empurradas para os últimos lugares, em termos de Satisfação / Qualidade percebida pelos usuários pesquisados

Com isso, o diferencial entre as “4 grandes” ficou quase irrelevante, — na comparação.

Abrangência da cobertura da Oi e alternativas por UF, em 2018 (Pesquisa Anatel)

A súbita expressividade das operadoras regionais é ótima notícia para quem mora em algumas áreas do Ceará (Brisanet, Multiplay), Rio Grande do Norte (Brisanet, Cabo), São Paulo e Minas (Algar), Paraná (Copel, Sercomtel), Santa Catarina (Unifique) etc., — mas pode ter pouca utilidade prática para a maioria das outras áreas. — Faltam dados sobre outras boas empresas regionais, ainda não incluídas na pesquisa pelos novos critérios (10.000+ conexões ativas).

No Distrito Federal, por exemplo, o Google encontra uma série de provedores (inclusive aquele a 80 metros da minha casa), — mas não vi uma pesquisa capaz de dar firmeza na hora de escolher. — Do DF, apenas as “4 grandes” foram incluídas (Pesquisa Anatel de 9 Julho a 16 Novembro 2018: operadoras com 10.000+ conexões ativas de Pessoa Física na UF).

Infelizmente, não é provável que algum portal local consiga empreender uma pesquisa com provedores do DF, nos mesmos moldes da Anatel, — que como agência reguladora tem o poder de exigir a lista dos clientes, para um sorteio aleatório; e recursos para contratar uma empresa especializada na aplicação de questionários.

Histórico de satisfação com as operadoras do DF, 2015-2018 (Pesquisa Anatel)

Olhando de perto o histórico recente de satisfação dos usuários do DF, os índices da Oi não são tão discrepantes, em relação aos das outras “grandes” operadoras.

Número de municípios com fibra ótica, por operadora (Anatel, 1º trim 2019)

Quem pesca notícias ocasionais, pode recear que a Oi acabe por ir à falência, dentro de 6 meses, — o que também não ajuda a conquistar clientes.

Sim, a Oi está em recuperação judicial há 3 anos. — Tinha dívidas de R$ 65 bilhões, — e teve de se desfazer de uma aventura maluca na África.

Até onde pude entender, o grupo Oi se compõe de: Oi S/A (39% das conexões do grupo), Telemar Norte Leste (55% das conexões do grupo), Brasil Telecom, Oi Móvel, — todas em recuperação judicial, segundo as planilhas da Anatel com as estatísticas de 2015-2019.

Recebeu uma injeção de R$ 4 bilhões, de novos sócios, — para converter sua rede na nova tecnologia (FTTH: fibra ótica até o Modem), — mas esse capital se esgota em Fevereiro de 2020.

Mas também tem a rede com maior cobertura, — bem como a infraestrutura de fibra ótica no maior número de municípios, — base para o lançamento da Oi Fibra, que substitui o cabo metálico no último trecho, do poste até o Modem (FTTH); o que dá menos problemas, e resulta em menor custo de manutenção (cabo ininterrupto, sem junções ou ferrugem).

O gráfico maior (acima) foi traçado a partir dos números da Anatel. — No gráfico menor (da própria Anatel), ainda não entendi a ausência da Solintel e da Claro, — nem a falta de ordenamento decrescente das demais.

Oi Fibra disparada, no topo do ranking Netflix, de Fevereiro a Junho 2018

Com tudo isso, pode ter causado espanto, de repente, Oi Fibra aparecer no topo do ranking de velocidade de download da Netflix, — e ali permanecer por 5 meses seguidos, de Fevereiro a Junho 2019, com grande vantagem sobre os demais, — enquanto Oi Velox (agora chamada Oi Internet) permaneceu chumbada no fundo do poço.

A explicação simples é que, a partir de Fevereiro, a Netflix desdobrou as estatísticas da Oi Fibra e da Oi Velox, — tal como havia desdobrado as operações Fibra e cabo / DSL da Algar, desde Janeiro, — e depois desdobrou as da Tim, em “Ultra” e “Ultra Fibra”, a partir de Abril.

As estatísticas da Vivo já estavam desdobradas desde o início da série, em Janeiro 2014.

Por que a Oi Fibra desabou em Julho, — e a Vivo Fibra disparou em Agosto, — são coisas além do meu pobre entendimento.

Separação das conexões Net / Claro em “cabo” e “fibra” nas estatísticas da Netflix

Só a partir de Janeiro 2020, a Netflix começou a separar as estatísticas da “Net Virtua” em “Claro Fibra” e “Claro Net Virtua”. — Por enquanto, “Claro Fibra” é só um “ponto” (em 2º lugar), — ainda não há “linha” no gráfico.

Separação das conexões Net / Claro em “cabo” e “fibra” nas estatísticas da Netflix

O gráfico foi congelado em Fevereiro 2020, — para reduzir a pressão sobre as redes, em razão da pandemia, — mas já permite uma visão das opções de conexão por Fibra até o Modem.

Preço inicial da “fibra” da Net em cidades-cobaias, há cerca de 6 anos

Por coincidência, em meados de 2019, a Claro / Net foi obrigada pelo Ministério Público do DF e Territórios a parar de vender gato por lebre (HFC vs. FTTH): — Propaganda enganosa! MPDFT obriga NET e Claro a esclarecerem uso da “fibra ótica”. — Na realidade, já vinha testando a fibra ótica há uns 6 anos (publicação sem a data exata), supostamente “nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro”, — mas tenho a impressão de que a frase correta deveria ser “em umas pouquíssimas pequenas cidades dos estados de SP e RJ” (por 500 “megas”, o felizardo pagaria R$ 799, desde que dentro de um “combo”). Em Janeiro 2019 (uns 5 anos depois!), ainda eram apenas 20 cidades relativamente pequenas; e mais umas 10 em pré-venda ou início de implantação. Ver aqui. Em Dezembro 2019, o valor tinha caído para R$ 199, com o atrativo de upload de 250 “megas”. Ver aqui.

Os preços parecem feitos para vender só “Oi Fibra”, e nunca mais “Oi Velox”

Como leigo dando pitaco sobre um universo empresarial que não conheço, me parece lógico que o grupo Oi deveria ter o máximo interesse em dar fim ao “Oi Internet” (ex-Oi Velox) para se livrar dessa fonte de problemas e reclamações o quanto antes, — e converter esses contratos em “Oi Fibra”, de manutenção mais econômica,— embora a má fama seja muito mais difícil de afastar, na medida em que ambas levam a mesma marca “Oi”.

Mas já vi na caixa de comentários de um artigo, um funcionário de provedora afirmar que muitos clientes resistem a qualquer mudança, — mesmo que para velocidade maior e preço menor, — imagino que por desconfiança e desejo de sossego.

Por isso, não me espantou nem um pouco, descobrir que todos os planos “Oi Velox”, agora, têm preços maiores do que o do “Oi Fibra”.

2021 Fevereiro - Afinal, o rumo adotado foi um novo “modelo de negócios”. — “As redes neutras”. — “Rede de fibra da Oi está na mira do BTG e de fundo canadense”. — “Oi eleva preço da companhia de fibra InfraCo para R$ 20 bilhões”.

Download de atualizações


Arch Linux com a conexão automaticamente configurada na nova placa de Rede

Atualizações de software envolvem muitos pacotes minúsculos, e normalmente as maiores velocidades só são alcançadas nos grandes pacotes, como Kernel, LibreOffice etc. — Por isso, ao testar a placa Gigabit, foquei nos tempos totais, nas médias; e nos picos que consegui flagrar de relance.

Arch Linux


No Arch Linux (by Revenge), o comando # pacman -Syyu recarregou de imediato as informações dos repositórios, — com um pico de 21,1 MiB/s, no caso do Community, — indício de que a conexão pela placa Gigabit já tinha sido automaticamente configurada.

O Conky não mostrava nada, pois estava monitorando “enp1s0”. — O comando # ifconfig mostrou que, agora, a Rede estava em “enp2s0”. — Bastou substituir esse parâmetro, na configuração do Conky, para ele voltar a exibir o tráfego.

Velocidades de download de uma atualização do Arch Linux

Dias depois, uma atualização de 162 pacotes permitiu calcular uma média de 684 MiB / 76 segundos = 9,0 MiB/s:

       Final: uptime 17’31’’ - 90’’ = 16’01’’
      Início: uptime 15”11’’ - 26’’ = 14’45’’
   Diferença:                          1’16’’

Lista de espelhos do Arch gerada pelo Pacman Mirrorlist Generator, em 2018

Isso não acontece por acaso.

O arquivo /etc/pacman.d/mirrorlist original, gerado automaticamente pelo reflector durante a instalação do Arch (by Revenge), habilitava 50 espelhos (mirrors), — todos de fora do Brasil!, — e vez por outra, resultava em velocidades pré-históricas, ao baixar atualizações.

Quase 1 ano depois, substituí por uma lista só com espelhos do Brasil, — gerada pelo Pacman Mirrorlist Generator, — e habilitei apenas 1 deles.

openSUSE


Baixa velocidade de download das atualizações do openSUSE

Há uns 2 anos, eu tinha substituído o Wicked pelo Network Manager, — como solução tosca para os longos tempos de Boot do openSUSE, — e suponho que não configurei direito.

Ao testar a nova conexão, a velocidade máxima de download esbarrou em 4,05 MiB/s, — mesmo do servidor mais “próximo” de casa, — deixando óbvio que algo estava errado.

Conexão do openSUSE normalizada 8 dias mais tarde, ao voltar para o Wicked

Só 8 dias mais tarde, o problema foi solucionado, — de volta ao Wicked.

Com isso, a conexão realmente se tornou “200 megas”, no openSUSE, — mas isso teve pouco efeito no download das atualizações.

Velocidades de download de 436 pacotes em uma atualização do openSUSE, em 3’43’’

Uma atualização de 436 pacotes, com download de 339 MiB, permitiu calcular a média de 1,52 MiB/s, ao longo de 3’43’’, — incluindo uma demora inicial.

    Final: uptime 25’45’’ - 45’’ = 25’00’’
   Início: uptime                  21’17’’
Diferença:                          3’43’’

Teoricamente, haveria um redirecionamento (MirrorBrain) para um servidor da rede de espelhos do openSUSE, mais próximo e mais veloz, — mas na prática, isso não funcionava por aqui.

Velocidade de download do zypper com espelho (mirror) dentro do País

Preparei uma experiência, — OSS e Non-OSS de um espelho no Brasil; Updates e Packman sem alteração, — e dias depois pude confirmar a melhora.

Uma atualização de 83 pacotes fez o download de 420,8 MiB em cerca de 38 segundos.

Para manter consistência com o registro anterior, deve-se computar a “demora inicial”, — que agora foi de 7 ou 8 segundos:

420,8 MiB / 46 segundos = 9,15 MiB/s

Dos 83 pacotes, apenas 9 alcançaram velocidade acima de 1 MiB/s, — com casos de 20,2 MiB/s, 17,7 MiB/s e 16,6 MiB/s:

Retrieving: calibre-3.47.0-1.1.x86_64.rpm ....................9,1 MiB/s
Retrieving: libqt5-qtdoc-qch-5.13.0-2.1.noarch.rpm ..........20,2 MiB/s
Retrieving: wine-32bit-4.15-1.1.x86_64.rpm ...................9,4 MiB/s
Retrieving: libreoffice-icon-themes-6.3.1.1-1.1.noarch.rpm ..12,8 MiB/s
Retrieving: vim-data-8.1.1741-2.1.noarch.rpm .................3,5 MiB/s
Retrieving: wine-4.15-1.1.x86_64.rpm ........................10,7 MiB/s
Retrieving: kernel-default-5.2.11-1.2.x86_64.rpm ............16,6 MiB/s
Retrieving: libreoffice-6.3.1.1-1.1.x86_64.rpm ..............17,7 MiB/s
Retrieving: libavcodec58-4.2-6.3.x86_64.rpm ..................2,1 MiB/s

Após o download, a instalação dos pacotes levou mais 9 minutos, — mas para isso, o remédio é hardware (CPU) novo.

Essa experiência funcionou por 3 semanas, até 25 Setembro 2019, — mas no dia 28 o zypper acusou irregularidades, e tive de voltar aos repositórios originais. — Detalhes em: Upgrade do openSUSE Leap para Tumbleweed.

Fedora


Download em 3 segundos, no Fedora, sem qualquer configuração manual

O dnf tem o belo hábito de exibir a velocidade de download de cada pacote, — e a média do conjunto, no final. — Sem isso, nem teria como documentar o primeiro “teste prático”, pois acabou em 3 segundos, com um pico de 10 MB/s (pacote 22 / 28).

No gráfico do Conky (à esq.), a duração do download, — mero traço vertical, — desafia qualquer medição.

Já tinha feito o ajuste do Conky logo no início da sessão, — o que bastou para mostrar que a conexão tinha sido automaticamente configurada.

Velocidades de download em uma atualização maior do Fedora

Dias depois, uma atualização de 107 pacotes fez o download de 526 MB em 31 segundos, — uma velocidade média de 16 MB/s.

Desde a instalação do Fedora, nunca alterei os espelhos (mirrors), — todos do exterior. — Não encontrei “Fedora”, “RHEL” etc. entre os clientes do MirrorBrain; mas já vi indícios de pelo menos 1 esquema equivalente (A verificar).

Em 25 Setembro 2019, as atualizações foram baixadas à média de apenas 0,5 MB/s, — embora os testes da conexão tenham indicado “200 megas”, imediatamente antes, e logo depois. — O problema não voltou a se repetir.

Debian


Espelhos (mirrors) do Debian, com velocidade limitada e grandes oscilações

No Debian, bastou substituir eth0 por enp2s0 no Conky, para constatar que a conexão já tinha sido automaticamente configurada.

O download de 175 pacotes (323 MB) demorou cerca de 60 segundos, com picos de até 11,2 MiB/s (pelo menos), — mas oscilou bastante, e na maior parte do tempo ficou bem abaixo disso, chegando a quase zero. — A média ficou em 5,4 MiB/s.

Longas pausas no download de outra atualização, totalizando 1’40’’

Em outra atualização, de 172 pacotes, o download de 236 MB caiu a quase zero, por 2 vezes, durante longo tempo. — Houve picos de 19,5 MiB/s (pelo menos), porém a média ficou em 2,36 MB/s.

Correção de um provável erro em /etc/apt/sources.list, a conferir

21 Setembro 2019 - Tudo indica que a causa foi um erro meu, ao transformar o Debian Jessie em Testing. — Ficou uma duplicação de espelhos, com aparente prioridade para o dos EUA, colocado acima, — a nunca mais corrigi isso, até agora.

Download mais rápido a partir do espelho do Debian no Brasil

28 Setembro 2019 - Após corrigir, uma atualização de 197 + 37 pacotes mostrou a diferença:

276 MB / 17 segundos = 16,2 MB/s

KDE Neon


Velocidade de download das atualizações do KDE Neon, à média (parcial) de 22,4 MiB/s

O download de 216 pacotes (278 MiB) de atualizações do KDE Neon foi tão rápido, — a uma velocidade média de cerca de 22,5 MiB/s, até quase o final, — que acabou antes da segunda Captura de tela.

Não há Captura de tela logo a seguir, para medir o tempo total, — que foi muito curto. — A julgar pela estimativa do Synaptic, seria de uns 15 segundos, mas não há como saber ao certo.

Boas velocidades de download de atualizações têm sido a regra, desde a primeira instalação do KDE Neon, há uns 3 anos. — Mas embora use um espelho (mirror) do Ubuntu no Brasil, o maior tráfego das atualizações vem do repositório da fundação KDE e.V., — presumivelmente na Europa:

  • archive.neon.kde.org
  • br.archive.ubuntu.com/ubuntu/
  • security.ubuntu.com

A fundação KDE e.V. também é cliente do MirrorBrain (rede de espelhos), — mas não sei se o Synaptic indicaria o link original, em caso de redirecionamento.

Sabayon


Download de atualizações do Sabayon, com pausas de 3 em 3 pacotes

O gerenciamento de pacotes do Sabayon pelo equo, — com pausas no download, de 3 em 3 pacotes, — não favorece o incremento gradual da velocidade, que em uma atualização de 88 pacotes (101,2 MB) precisa recomeçar 30 vezes.

De todo modo, o download (+/- 60’’) ficou bem curto, — enquanto o processamento continua longo, devido ao hardware fraco:

2 × Intel® Core™2 Duo CPU E7300 @ 2.66GHz
Memory: 3,8 GiB of RAM

Download contínuo nas atualizações do Sabayon, em outro dia

Dias depois, o equo apresentou comportamento bem diferente, — download quase contínuo de 79 pacotes (em 27 grupos de 3), no total de 575 MB, em cerca de 44 segundos, — o que dá uma média de 13,1 MB/s.

O processamento, a seguir, levou 18 minutos. — Ok, atualizar hardware (CPU).

O espelho (mirror) já tinha sido manualmente alterado para o da UFPR, em 13 Abril 2019, — pois o processo todo era exasperante, quando calhava de baixar os pacotes de países distantes, em baixíssimas velocidades.

Mageia


Download das atualizações do Mageia em menos de 10 segundos

O download de 32 pacotes (109 MB) no Mageia se fez em menos de 10 segundos, — e mal deu tempo de capturar um pico de velocidade de 22,5 MiB/s no Conky, — enquanto no Terminal o urpmi indicava uma velocidade média de 21,3 MB/s.

O espelho já tinha sido alterado desde a instalação do Mageia 7. — É um dos mais belos sistemas, nesse aspecto, — com mapa, fluxograma das sincronizações e monitoramento dos espelhos:


PCLinuxOS


Velocidade de download do Synaptic no PCLinuxOS, com espelho do Brasil

Em uma atualização de 65 pacotes, no PCLinuxOS, o download de 248 MB se concluiu em cerca de 30 segundos, — média de 8,27 MB/s, — com picos de até 13,3 MiB/s (pelo menos).

O espelho do PCLinuxOS também já tinha sido manualmente alterado para o da UFPR, pelo Synaptic. — Nunca habilitar mais de 1 ao mesmo tempo, devido aos diferentes horários de sincronização, de um espelho para outro.

O LibreOffice é instalado e atualizado à parte, diretamente da Document Foundation, — que usa MirrorBrain para redirecionar o download ao espelho mais próximo, — mas no final de Setembro 2019 o Brasil ficou meio órfão (talvez devido aos cortes nas universidades).

Download de imagens ISO


Download de imagens ISO do KDE Neon e do Mint, a 1,31 MiB/s, em 2016

Desde quando comecei a monitorar a velocidade pelo KSysguard e pelo Conky, em 2016, a antiga conexão funcionou quase sempre no limite de 1,31 MiB/s, — 10% acima de “10 megas”.

Download de imagem ISO do Mageia 6 e de atualizações do Fedora, a 1,31 MiB/s, em 2017

Quase não havia oscilação, exceto em raros momentos. — Os downloads atingiam rapidamente 1,31 MiB/s e seguiam assim até o final.

É possível que eu só tenha guardado as boas lembranças, — mas também pode ser que haja muito mais servidores (e rotas) capazes de atender “10 megas” do que “200 megas”, — e isso explicaria por que, agora, os gráficos de velocidade de download não pareçam tão nivelados.

Baixa velocidade de download de uma imagem ISO a partir do NLUUG

O primeiro teste foi o download de uma imagem ISO a partir do NLUUG, — Netherlands Local Unix User Group, — que hospeda alguns projetos importantes.

Havia um motivo para essa escolha, — tentativas anteriores, ainda com “10 megas”, que após longo tempo acabaram interrompidas por timeout, — mas o resultado, agora, não foi melhor.

Após 1’30’’, a velocidade de download continuava em torno de 50 KiB/s. — O único pico não alcançou 300 KiB/s, — e a estimativa era de 2 horas para baixar uma imagem ISO de 1,1 GiB.

O elevado uso de CPU é um mistério. — Só ocorre no KDE Neon, instalado há muito tempo, e no qual já “mexi” demais, o que dificulta descobrir a origem do problema. — Após nova instalação, em outro hardware (2020), isso não ocorreu mais.

Download de uma imagem ISO de 1,1 GiB em menos de 2 minutos, pela Indiana University

Para comparação, a mesma imagem ISO de 1,1 GiB foi baixada do espelho (mirror) da Indiana University (Bloomington, IN), em pouco menos de 2 minutos, — abrangidos pelo gráfico do Conky (120 pixels, atualização a cada 1 segundo).

A conta exata é de 1.160 MiB / 115’’ = 10,1 MiB/s.

Torrent de imagem ISO do Mageia 7.1 Live Plasma, de 2,8 GiB, em 2’11’’

Teste com Torrent é até covardia, — nem se pode saber de onde veio cada byte, daqui perto ou do outro lado do mundo, — mas vale registrar que o KTorrent indicou velocidades entre 22 e 25 MiB/s, e o tempo total de 2’11’’ para o download do Mageia 7.1 Live Plasma, de 2,8 GiB.

O download foi repetido 2 vezes, — por “Link Direto”, que selecionou o espelho da UnB (100 Mbits, a 20 km daqui), e durou 1’52’’, — e novamente da UnB, por seleção manual, com duração de 2’03’’.

Pelo tamanho exato de 2.891 MiB, as 3 velocidades foram, em média, de 22,1 MiB/s, 25,8 MiB/s e 23,5 MiB/s.

Do Cedia (1 Gbits, Cuenca, Ecuador), a velocidade oscilou entre 2 e 3 MiB/s, com picos e vales fora dessa faixa, nos primeiros 1’30’’, — quando interrompi.

De Princeton (10 Gbits), o download completo foi feito em cerca de 2’40’’, o que dá uma média de 18,1 MiB/s.

Para comparação, um Torrent do ALT Linux (2,66 GiB) começou a 2,1 MiB/s, apresentou queda, se recuperou, — mas interrompi aos 7 minutos, faltando ainda 1,99 GiB.

Velocidades abaixo de 50 KiB/s no download do Slackware (by Alien) desde o Reino Unido

Tentei baixar uma imagem ISO do Slackware (by AlienBOB), de 4,3 GiB (exato: 4.443 MiB) do espelho do Reino Unido, — mas durante 4 minutos a velocidade se manteve abaixo de 50 KiB/s, com previsão de 2 a 4 dias para terminar, — enquanto o servidor indicava baixíssimo uso de sua largura de banda. Ou seja, ele tinha folga de sobra.

Boas velocidades de download do Slackware (by AlienBOB) desde a Holanda

Logo depois, consegui baixar a mesma imagem ISO a partir da Holanda, em cerca de 8’48’’, o que dá uma velocidade média de download de 8,41 MiB/s.

2021-02-16 - Ao baixar novas imagens ISO do Slackware, a situação se inverteu. — O espelho da Holanda apresentou baixíssima velocidade, enquanto o espelho da Inglaterra foi muito mais rápido.

Na imagem acima, os gráficos do Conky cobrem 2 minutos, com ciclos de 1 segundo, — e foram capturados +/- a cada 2 minutos (a partir do início do download), para registrar a sequência completa. — Apenas o último foi capturado cerca de 1 minuto após o anterior.

Os gráficos do KSysguard são mais úteis quanto à escala de velocidades, — porém os primeiros ainda estavam com ciclo de ½ segundo. — Só os 2 últimos estavam com ciclo de 1 segundo.

Esses testes de download de imagens ISO foram feitos em um Sábado, — uns, no início da manhã; — outros, no final da tarde.

Registro da escala (valor máximo), adicionado ao Conky tempos depois

2019-11-26 - Com o tempo, percebi que não bastava o Conky registrar a velocidade “instantânea”, do momento exato da captura de tela. — Eu também precisava registrar a escala das velocidades no “histórico” mostrado pelo gráfico, — tal como no KSysguard.

    show_graph_scale = true,

Infelizmente, não encontrei um modo de exibir a escala em “MiB/s”. — Na imagem (acima), preciso dividir 26713,5 por 1024 = 26,0874023438. — Ou seja, a velocidade máxima foi de quase 26,1 MiB/S, — o limite da conexão Oi Fibra, observado “na prática”.

Tempos depois, versões mais novas do Conky passaram a exibir a escala em MiB/s, em algumas distros Linux.

Ver Speedtest® CLI, acima.
______________
• Ao longo do texto, utilizei a expressão “Oi Velox” (obsoleta) para distinguir entre o antigo “DSL”, e a nova tecnologia “FTTH”, da “Oi Fibra”, — porém a própria Oi parece não se dar ao trabalho de distinguir com clareza as 2 “marcas”, perante o público. — No speedtest-cli, por exemplo, minha conexão continua sendo identificada com a velha marca “Oi Internet”, de péssima reputação.

• Publicado inicialmente em 25 Agosto 2019.
• Atualizado até 14 Fevereiro 2021.

— … ≠ • ≠ … —

Ferramentas &tc.