segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Instalando Knoppix 7.2.0 em um Pendrive de 8 GB

Efeitos visuais ao fechar uma janela no Knoppix 7.2.0, de 2013

Instalar o Knoppix 7.2.0 em um Pendrive de 8 GB é simples, fácil, rápido, — menos de 14 minutos, — e atende 2 objetivos, antes de tudo:

  • Carregar e rodar o Knoppix com mais rapidez e comodidade, do que a partir do CD / DVD; e

  • “Persistência” — Manter documentos, configurações, pacotes instalados etc., de uma sessão “Live” para outra, dispensando repetir tudo, a cada vez.

Isso, porque o Knoppix foi concebido para ser um “Live CD / DVD”, — com todos os pacotes previamente instalados, e detecção automática do hardware, — para ser levado a toda parte, e rodar em qualquer computador de que você possa dispor, em qualquer lugar, a qualquer momento.

O Knoppix é como um “castelo de cartas” (corrigindo: 2013)

É possível instalar o Knoppix em HDD / SSD, porém isso é bastante desencorajado, — tanto por avisos e advertências, como pela falta de quaisquer facilidades neste sentido.

O Knoppix não oferece atualizações de segurança, nem suporta upgrade. — Daí, talvez, a exigência da gravação em CD / DVD, mesmo quando o objetivo final seja “instalar” em um Pendrive, para dispor da “Persistência”. — O CD / DVD deve ser guardado como “porto seguro”, ao qual se possa voltar (e recomeçar), caso alguma coisa não dê certo lá na frente.

Trata-se de um “castelo de cartas”, cuidadosamente equilibradas, — um “mix”, construído (e testado) com pacotes de diferentes versões do Debian, — e que funciona harmonicamente… enquanto o usuário não o tratar de “quebrar”.

Portanto, vale como um excelente sistema, — que pode ser configurado e personalizado, — para se levar no bolso (ao invés de um laptop), tanto para recuperação de computadores, quanto para exposições, conferências, ou qualquer trabalho em viagens.

O que você faz, — em casa, no trabalho, ou em outra cidade, — fica salvo, e o acompanha, aonde quer que você vá.

Download e gravação


Já deve ter alguns meses, que a ISO do Knoppix 7.2.0 foi baixada e gravada em CD, — infelizmente, seus recursos (PCManFM 1.1.0) não animam a pesquisar a data exata, entre dezenas de milhares de arquivos no HDD. ••• Ver “Postscriptum”.

Baseia-se no Debian 7.1, vem com Kernel 3.9.6 (i686), roda apenas em 32-bit, e traz como único ambiente gráfico o LXDE, — ao contrário das versões mais novas, que incluem KDE (entre outros), opção 64-bit, e um número muito maior de pacotes.

Essa versão 7.2.0 do Knoppix data de meados de 2013, e não foi “escolhida”, — apenas, era a única opção prática, no momento, porque foi a última lançada em “tamanho CD”.

Depois dela, todas as novas versões foram lançadas exclusivamente em “tamanho DVD”, — na verdade, 4+ GiB, — e não fazia sentido investir em hardware, cuja necessidade ainda não existe (e talvez nem chegue a existir, antes de se tornar obsoleto), para usar 1 ou 2 vezes nos próximos meses ou anos.

E acontece que não existe maneira simples de gerar Pendrive “bootável” do Knoppix, a partir da imagem ISO (*), — quase todas as “receitas” localizadas dependem de, primeiro, gravar e dar boot a partir de um CD ou DVD, — para, só então, gerar a midia USB.
________________
(*) Existe! — Faltava testar o UNetBootin. ••• VerPostscriptum”.

Única exceção, é uma “receita” que propõe transformar a ISO em “isohybrid”, para contornar essa contingência, — mas o syslinux adverte que isto precisa ser feito em um sistema, rodando a mesma versão de kernel da ISO que se pretende alterar, — requisito não citado pelo autor.

Afora isso, sempre resta a opção de comprar o Knoppix mais recente (7.7.1, de Out. 2016), já em midia “bootável”, ou seja, em DVD, — que também exigiria investir em hardware, mesmo que “só leitura”, — ou em Pendrive.

Em Pendrive (USB Flash Drive), são oferecidas as opções de 8 GB (sem “Persistência”), 32 e 64 GB (com “Persistência”), — mas, não de 16 GB. ••• VerPostscriptum”.

De qualquer modo, não foi encontrado revendedor no Brasil, — seria necessário encomendar no exterior, pagar em dólar, aguardar um tempo difícil de prever, enfrentar eventuais taxas e burocracias na chegada etc.

Esse conjunto de obstáculos não era suficiente para vencer o interesse em conhecer o Knoppix, rodar, experimentar, e ter sempre à mão, — mas tornava altamente recomendável ir devagar, fazer uma experiência com a ISO 7.2.0, para começar a aprender mais sobre ele, explorar seus recursos, funcionamento, — e continuar examinando as possibilidades de gerar um Pendrive diretamente da ISO mais nova, sem comprar hardware, nem queimar DVD de 4+ GB.

Esgotadas as leituras, foram carregadas várias sessões, — e feitas várias experiências, de 3 a 6 Nov. 2016. — Por fim, no dia 6, foi feita a instalação no Pendrive.

Boot e instalação no Pendrive


Sem dar nenhum comando, após alguns segundos é carregada a sessão padrão do Knoppix

A tela inicial de boot do Knoppix faz uma pausa curta, à espera de algum comando, — “cheat codes”, especificando de que modo carregar, — e basta digitar 1 letra qualquer, para cessar a contagem regressiva, no aguardo das opções:

knoppix 2                           Runlevel 2, Textmode only
knoppix utc                         Use Universal Time
knoppix tz=Europe/Berlin            Use this timezone for TZ
knoppix no{apic,lapic,acpi,apm}     Skip parts of HW-detection
knoppix no{hwsetup,udev,dhcp,fstab} Skip parts of HW-detection
knoppix screen=1280x1024            Use specified Screen resolution for X
knoppix toram                       Copy to RAM and run from there
knoppix tohd=/dev/sda1              Copy to Harddisk and run from there
knoppix fromhd=/dev/sda1            Boot from previously copied CD-Image
knoppix bootfrom=/dev/sda1/KNX.iso  Access image, boot from ISO-Image

A lista de opções é enorme, — teclando F2 e F3, é possível ver as mais comuns, — e podem ser combinadas várias delas, predefinindo várias configurações, antes de carregar a sessão Live CD / DVD / USB.

Várias dessas opções já tinham sido experimentadas, nos dias anteriores, — mas, dessa vez, apenas foi dado tempo, no aguardo do carregamento automático.

O único arrependimento, até agora, foi por não ter usado:

knoppix tz=America/Sao_Paulo

o que teria evitado muito trabalho para alinhar cronologicamente as capturas de tela com as fotos de celular, — pois até o momento não foi encontrado nenhuma interface gráfica para configurar isso dentro do Knoppix 7.2.0 (LXDE).

  • Mais tarde, foi feito o teste de iniciar com o comando “knoppix tz=America/Sao_Paulo”, e finalmente as últimas capturas de tela puderam ser feitas com horário real. ••• VerPostscriptum”.

Início da instalação do Knoppix no Pendrive, sem configurar nada

13:31 - Sem nenhuma outra configuração, — sem abertura de aplicativos, sem instalar nada, sem wallpaper, e até mesmo sem capturas de tela, — foi iniciada a instalação do Knoppix 7.2.0 no Pendrive 8GB.

Para isso, foi seguido o caminho “Menu → Knoppix → Install to flash disk”.

Escolha do dispositivo para instalar o Knoppix

Primeira escolha, — o dispositivo onde o Knoppix será instalado, — um Pendrive de 8 GB.

Método de instalação: com partição adicional para guardar configurações, aplicativos e documentos

Tipo de instalação do Knoppix, — com Overlay partition (e não um simples Arquivo de Overlay, opcional, limitado a 4 GB), — espaço para “persistência” (novos pacotes, configurações e documentos).

Particionar e formatar o Pendrive

O Pendrive será reparticionado e formatado, — depois de dizer Yes, ainda aparece mais um aviso: — Tem certeza?

Tamanho da partição de Overlay

A partição de Overlay deve ter pelo menos 400 MB, — mas essa instalação talvez seja mantida por muito tempo, — por isso, foi aproveitado todo o espaço restante do Pendrive.

Opção de encriptar a partição: impossível recuperar os dados, se perder a senha

Depois de instalar o Knoppix na primeira partição do Pendrive, é perguntado se deseja encriptar a partição Overlay, — que será criada em seguida.

É uma boa precaução, na eventualidade de extravio do Pendrive com dados importantes, — mas pode deixá-los irrecuperáveis, caso perca a senha.

Concluída a instalação do Knoppix 7.2.0 no Pendrive, às 13:45

13:45 - Concluída a instalação do Knoppix 7.2.0 no Pendrive: 14 minutos.

A conferir


Teclado virtual em Português + teclas mortas, para agilizar

É possível que os atrativos do Knoppix sejam, hoje, menores do que já foram em outras épocas, — quando havia menos facilidades de armazenamento em nuvem, e mesmo “Live CD” ainda era novidade, em termos “práticos”.

Para o usuário brasileiro, em especial se precisa lidar com redação de textos, pode ser chato trabalhar em um sistema que simplesmente não oferece layout de teclado PT-BR, — pelo menos, até encontrar algum caminho para suprir a lacuna. — Provisoriamente, pode-se usar o Virtual Keyboard “xvkbd” para localizar caracteres que não estão onde se espera que estejam, e as “Dead Keys” para ajudar na acentuação.

Como ferramenta de manutenção / recuperação, parece provável que supere — a conferir, — alternativas como GParted Live CD, System Rescue CD, Boot Repair Disk etc., em especial nas versões DVD, com uma quantidade fantástica de pacotes instalados.

O GParted Live CD, por exemplo, deixou muito a desejar, pela falta (quase) absoluta de outros recursos, além do particionador.

Vale notar que o Runtime Live CD baseia-se no Knoppix.

Tudo isso, e muito mais, ainda está por conferir, — o que pode levar meses ou anos, na falta de conhecimentos nessa área, — e na falta de testar uma versão mais recente.

Repositórios


O exame do arquivo “/etc/apt/sources.list” dá uma boa ideia do verdadeiro coquetel de fontes de software utilizado na construção do Knoppix 7.2.0, — inclusive misturando “versões” (squeeze, wheezy, sid) com “distribuições” (stable, testing, unstable):

# Debian/Squeeze is the stable base for this installation
deb http://ftp.de.debian.org/debian stable main contrib non-free
deb http://security.debian.org stable/updates main contrib non-free

# testing/unstable/experimental contain newer versions, but
# packages from there are not being installed by default, unless
# they came from there in the first place.
deb http://ftp.de.debian.org/debian testing main contrib non-free
deb http://security.debian.org testing/updates main contrib non-free
deb http://ftp.de.debian.org/debian unstable main contrib non-free
deb http://ftp.de.debian.org/debian experimental main contrib non-free

# Debian/volatile contains quickly changing data like spam- and virusfilter databases
# Does not exist anymore
# deb http://volatile.debian.org/debian-volatile stable/volatile main contrib non-free 
deb http://ftp.de.debian.org/debian stable-updates main contrib non-free

# Knoppix repository
deb http://debian-knoppix.alioth.debian.org ./

# x2go
# deb http://x2go.obviously-nice.de/deb/ lenny main
deb http://packages.x2go.org/debian squeeze main
deb http://packages.x2go.org/debian wheezy main
deb http://packages.x2go.org/debian sid main

# Debian Multimedia, contains non-free software like acrobat reader
# deb http://www.deb-multimedia.org squeeze main non-free

Passados 3 anos de seu lançamento, um “sudo apt-get update” fez com que o Synaptic liste 1.140 pacotes “atualizáveis”, — em um total de 1.371 instalados.

Mandar “atualizar” seria o caminho certo para o desastre.

Instalar o navegador Chromium (depois desse “sudo apt-get update”), implicaria em instalar nada menos que 230 pacotes, atualizar 187, e remover 63, — o ideal era ter verificado antes de atualizar as informações dos repositórios. — Um bom motivo para reinstalar do zero, caso não descubra como “desatualizar” as informações dos repositórios, se é que tal coisa seja possível.

••• Mais tarde (já no Knoppix 7.7.1 KDE) foi constatado que a simples instalação de “componentes” predefinidos (Flashplugin e ttf-mscorefonts) já atualiza as informações dos repositórios.

Wallpaper


Foto de Tiago Caramuru em Pirenópolis (GO), utilizada aqui como wallpaper

Foto: Pirenópolis (GO), by Tiago Caramuru, em Mar. 2015.

A imagem foi levemente rotacionada no Gimp 2.8.4, para equilibrar a vertical entre as paredes à direita e à esquerda, em primeiro plano. — Também foi aplicado equilíbrio automático de branco em “Colors > Auto > White balance”, para reduzir o infravermelho / ultravioleta; — e um pequeno ajuste manual de Níveis, em “Colors > Levels”.

••• Postscriptum: - Avaliação


8 Nov. 2016 - Certa “pobreza de recursos”, — em grande parte, “ignorância minha” sobre o Knoppix, LXDE, PCManFM 1.1.0 etc., — fez com que a produção do relato acima (1.600 palavras, 10,6 KiB) fosse bastante demorada: — cerca de 14 horas (com intervalos).

Das 12 imagens iniciais, as 2 primeiras fotos foram editadas, — e todas foram baixadas do celular, — fora do Knoppix, entre uma e outra sessão “Live CD / USB”.

Fotos e capturas de tela também foram renomeadas, — pelo pyRenamer, — fora do Knoppix, no intervalo entre as sessões, para formar uma sequência cronológica única, com ajuda de anotações no caderno e alguns arquivos TXT.

Porém, a redação do relato foi feita quase toda no Knoppix 7.2.0 em “Live USB”, — procurando cedilhas e acentuação (teclas mortas) no Teclado virtual.

Ficou patente a dificuldade de fazer buscas entre milhares de fotos e capturas dos últimos meses, — download da ISO, gravação do CD, testes anteriores, anotações em TXT.

A falta do Chromium, que sincroniza os Bookmarks entre os vários sistemas instalados, foi outro fator de demora e de falta de exatidão, — por isso, várias correções ao texto também foram feitas fora do Knoppix 7.2.0, nos intervalos entre as sessões “Live USB”.

De um ponto de vista estritamente pessoal, — hábitos de trabalho e falta de conhecimentos, — o Knoppix 7.2.0 seria uma ótima ferramenta para tarefas de manutenção e “resgate” em emergências. — Mas para trabalhar, fugiria dele, — ou do trabalho. — Simples assim.

Desse “Postscriptum” em diante, quase todo o texto e edição de imagens passaram a ser feitos no Knoppix 7.7.1 KDE (dia 8), — com outro nível de “produtividade”, muito próximo do “desempenho” normal nos demais Linux instalados.

Mas isso, já é uma outra estória.

••• Registros cronológicos


3 Fev. 2016 - Tentativa infrutífera de carregar o Knoppix 7.2.0 (CD). — Houve várias outras, ao longo dos anos, inclusive no computador anterior. Registros difíceis de rastrear.

2 ~ 9 Ago. - Download (1 ou 2) da ISO Knoppix 7.2.0; gravação de 1 ou 2 CDs; 1 tentativa de gerar Pendrive “bootável”; pesquisa sobre como gerar mídia USB a partir da ISO para CD (inclusive a “receita” sem a etapa intermediária). — Gravadora / leitora de CD / DVD aparentemente com defeito.

2 Set. - Substituída a Gravadora de CD / DVD, e é provável que o CD utilizado agora tenha sido gravado depois disso.

2 ~ 6 Nov. - Retomadas as experiências com o Knoppix 7.2.0 gravado em CD. — Chegaram a ser feitas 2 instalações em partições do Drive SSD externo (Linux6, Linux7), além de 1 instalação em Pendrive 2GB.

6 Nov., 13:05 - Instalação no Pendrive 8GB, — provavelmente pelo comando de iniciação “knoppix tohd=/dev/sdc” (ou “sdc1”, ou “sdd”, ou “sdd1”), já experimentado antes para instalar no Drive SSD externo.

13:32 - Instalação no Pendrive 8GB pelo “Menu → Knoppix → Install to flash disk”.

7 Nov. - Dia de trabalho no Knoppix 7.2.0 instalado no Pendrive 8GB, das 9:00 (pelo menos) até depois da meia-noite. Não há capturas de tela (devem ter ido para o espaço), nem anotações em caderno (só 4 registros sobre outros assuntos), até 17:20. Os registros existentes resumem-se ao próprio relato (acima) e fotos de celular, além de 3 capturas de tela editadas e exportadas (teclado virtual), uma substituindo a outra. — Os originais das capturas de tela desse dia ficaram armazenadas na “Persistência”, que evaporou ao formatar o Pendrive 8GB, horas depois, para testar a possibilidade de gerar a mídia USB diretamente da ISO Knoppix 7.7.1 pelo UNetBootin.

17:20 - Testado carregamento pelo comando “knoppix tz=America/Sao_Paulo” em novo boot (ok).

22:42 - Inserido o “Cheat code” do fuso horário em “/boot/syslinux/syslinux.cfg”. — Essa edição teve de ser feita no Debian, por dificuldade de encontrar o arquivo pelo gerenciador de arquivos PCManFM 1.1.0, dentro da sessão “Live USB” do próprio Knoppix.

0:06, dia 8 - Feito novo boot, verificou-se que essa primeira tentativa de configuração não produziu resultado. — Shutdown. — Encerrada a última sessão do Knoppix 7.2.0 instalado no Pendrive de 8 GB.

_______
Relato publicado às 9:50 do dia 7 Nov. 2016, e desenvolvido até 0:06 do dia 8, no Knoppix 7.2.0 rodando a partir da instalação no Pendrive de 8 GB.
••• Retomado no Knoppix 7.7.1 KDE, a partir do dia 8.

— … ≠ • ≠ … —

Knoppix



Ferramentas &tc.


Nenhum comentário:

Postar um comentário