MX Linux - Installer test - 2

Opções-padrão apresentadas pelo Boot Menu nesta máquina

2018-06-14 - Parâmetros do 2º teste do Instalador:

  • MX-17.1_May_x64.iso — md5sum Ok, — K3b Ok
  • Sessão Live com as opções-padrão apresentadas para esta máquina: — F2 English (US), F3 Timezone “auto” (?), F4 Options “none”, F5 Persist off, F6 Failsafe (default), F7 Console “default”.
  • Fotos do output do Boot (verbose) para identificar as mensagens referentes a Intel i915 e outras
  • Desabilitar apagamento de tela
  • Não conectar Pendrive, não usar Captura de tela, não abrir FeatherPad nem Thunar. — Este último abriu 4+ janelas inesperadamente, e foram fechadas
  • Formatar as partições a serem usadas, — Linux11, Home11, Swap11, — pelo GParted, antes de abrir o Installer
  • Verificar pelo GParted as partições a serem usadas, — e mais uma, “suspeita” de causar encrencas
  • Confirmar que todas as partições estejam desmontadas, — exceto as da própria sessão Live
  • sudo apt-get update && sudo apt-get dist-upgrade
  • sudo apt-get install mx-installer — para assegurar o uso da versão mais recente
  • sudo -E usr/sbin/minstall — para monitorar o output no Terminal

Referências



Fixadas em foto para leitura, as mensagens sobre i915 são menos assustadoras do que pareciam

Como já houve registros de problemas semelhantes, envolvendo módulos de vídeo, — e em alguns casos se confirmou que opções F6 resolveram, — foram documentadas as mensagens de Boot (verbose) da sessão Live referentes aos módulos Intel i915.

Registro da segunda parte das mensagens de Boot

Também foi feito um registro da segunda parte das mensagens de Boot (verbose), — muitas das quais ainda me parecem escritas em grego.

Preparação do teste


Opção de Compositor da sessão Live

Registro da opção automática de Compositor: — “None”, — não alterada.

Desabilitado apagamento de tela

Desativado desligamento de tela e outras opções de economia de energia.

Formatação das partições a serem utilizadas no teste do Instalador do MX Linux

Formatação das partições sdd2, sdd6, sdd10, — a seguir rotuladas (Label) como Linux11, Home11, Swap11, — para que no Instalador bastasse escolhê-las.

Verificação da partição de destino (target) pelo GParted

Ainda pelo GParted, foram verificadas as partições Linux11, Home11, — e também Linux9 (Arch Linux), que não tinha relação imediata com o teste do Instalador do MX Linux.

Desmontando partições do SSD externo (USB2)

Ao fechar o GParted, abriram-se 4 (ou mais) janelas do Thunar, — com as demais partições da unidade SSD externa (USB2), — montadas.

Foram fechadas todas, — não sem aproveitar a última para verificar quais partições estavam montadas, — e desmontá-las.

Confirmação de que todas as partições estivessem desmontadas e apenas um Swap em uso

O comando lsblk indicou que estavam em uso todas as partições dos 3 HDDs internos, — mas não as da unidade SSD externa.

Por isso, foi usado o comando swapoff -a para desativar todas; — e em seguida o comando swapon /dev/sdb9 (Swap do Kubuntu 16.04), para habilitar apenas uma.

Novo comando lsblk confirmou que, agora, todas as partições dos HDDs e do SSD externo estavam desmontadas, — e apenas um Swap (fora do SSD) em uso.


Por fim, foram recarregadas as informações dos repositórios, — e feita uma atualização completa do Live MX Linux:

sudo apt-get update
sudo apt-get dist-upgrade

O tempo de download e instalação das atualizações foi aproveitado para fazer outras coisas, — 34 minutos longe do computador, — para ter certeza de que não ocorreria nenhum bloqueio ou apagamento de tela, devido à minha pouca familiaridade com o Xfce e com os demais recursos de configuração específicas do MX Linux.

Após esse intervalo, foi usado o comando sudo apt-get install mx-installer para confirmar que o Installer estava em sua versão mais recente.

Instalador


Abertura do Instalador por comando no Terminal, — para monitorar os retornos (output)

O Instalador foi aberto pelo comando sudo -E /usr/sbin/minstall, para acompanhamento das saídas (output) pelo Terminal.

Nenhuma alteração no Teclado proposto.

Escolha da unidade SSD externa (USB2) e opção de usar partições já existentes

Escolhida a unidade SSD externa (USB2), — e a opção de instalar o MX Linux em partições previamente formatadas, — que bastaria escolher.

Escolha das partições pré-formatadas, — sem qualquer outra alteração nas opções oferecidas

Foram apenas escolhidas partições que já estavam formatadas, — e não foi alterada nenhuma das demais opções oferecidas pelo Instalador.

Início da instalação do sistema de arquivos, — progresso em 0%

22:31 - (21:30 pelo Conky) - Início da fase de instalação do sistema de arquivos, — “Instalação em andamento”, — 0%.

Duas instâncias do Instalador na barra lateral

Um fato específico desse teste, — pois não aparece nas imagens do teste da véspera, também realizada por comando no Terminal, — é que apareceram 2 instâncias do Installer na barra lateral.


23:46 - (22:46 pelo Conky) - Após 75 minutos, “progresso” ainda em 0%, — atividade de CPU em 1% quase todo o tempo, — e nenhum retorno adicional (output) no Terminal.

O teste foi encerrado, — e pela segunda vez ficou comprovado que as partições Linux11 e Home11 não foram tocadas, — seguem absolutamente vazias, tal como no momento após a formatação.

Conclusão


Janela do Instalador deformada (3º teste) após movê-la em busca de algum “aviso” escondido por trás

O aparecimento de ícones duplicados na barra lateral só pode significar uma coisa, — que algum aviso ficou oculto por trás da janela principal do Instalador, aguardando Ok, — provavelmente um aviso de que todos os dados seriam apagados etc.

Minha preocupação neste 2º teste estava concentrada em não mover, não minimizar, nem fazer nada com a janela principal do Instalador, que pudesse afetar sua renderização, atualização, — ou seja lá o que for que ocorreu no 1º teste e nas tentativas anteriores, — por isso, a ideia de um “aviso” nem me ocorreu.

Num 3º teste, depois disso, — simplificado pela supressão de alguns parâmetros, — não voltou a ocorrer duplicação de ícones.

A janela principal do Instalador foi movida para todos os lados, — até não deixar qualquer espaço sem exame, onde algum “aviso” se pudesse esconder, — e o único resultado foi deformá-la.

Se alguma vez houve “aviso”, foi unicamente no 2º teste.

Cronologia (Fotos)


20:52 - Boot-Menu
20:53 - Boot verbose - Found-i915-video-module — forcing uxa
20:54 - Boot verbose - starting-acpi
20:59 - Compositor: None
21:03 - Disable Screen Saver
21:09 - GParted - Format “slot” 11 — Linux11, Home11, Swap11
21:12 - GParted - Label “slot” 11 — Linux11, Home11, Swap11
21:21 - GParted - Check Home11 - ok
21:24 - GParted - Check - Linux11 - ok
21:27 - GParted - Linux11 - infos
21:27 - GParted - Home11 - infos
21:28 - GParted - Swap11 - infos
21:30 - GParted - Check Linux9 (Arch Linux) - ok
21:33 - GParted - effect after closed: - multiple Filemanager (Thunar) windows
21:34 - unmount - Linux10, Home10, Linux12, Home12, Armazem2 (Thunar)
21:39 - lsblk
21:41 - blkid
21:44 - lsblk — after swapoff -a / swapon /dev/sdb9 (Swap4)
21:46 - sudo apt-get update
21:46 - sudo apt update
21:47 - sudo apt-get dist-upgrade - Yes

Intervalo (34 min) para confirmar que não haveria apagamento de tela (power saving), nem bloqueio de tela.

22:21 - Upgraded
22:22 - sudo apt-get install mx-installer
22:28 - sudo -E /usr/sbin/minstall - BEGIN
22:29 - Minstall-sdd-custom-existing-partitions
22:30 - Partitions-NEXT
22:31 - Progress-Zero
22:36 - MxInstaller-instance1
22:37 - MxInstaller-instance2
22:37 - Terminal-instance3
22:38 - Progress-Zero-6minutes
22:47 - Progress-Zero-15minutes
23:16 - Progress-Zero-45minutes
23:46 - Progress-Zero-75minutes
23:46 - Progress-Zero-Abort
23:47 - Progress-Zero-Close
23:50 - Shutdown

— … ≠ • ≠ … —

Nenhum comentário:

Postar um comentário