sexta-feira, 17 de agosto de 2018

KDE Plasma no LMDE 3 Beta - Linux Mint Debian Edition

LMDE 3 Cindy Beta — Linux Mint Debian Edition — com Plasma KDE
LMDE 3 “Cindy” (Beta) — Linux Mint Debian Edition — com Plasma KDE instalado

O LMDE 3 “Cindy” (Beta) foi instalado, — recebeu a atualização inicial, — e já começou a receber o Plasma KDE.

Dessa vez, não foi encontrado “KDE Full” no Tasksel, — e o KDE teve de ser “completado” à mão, depois, item por item.

Foi uma oportunidade de aprender mais sobre o KDE. — Afinal, exatamente quais pacotes (entre milhares) compõem o KDE “completo”? — Cada um deles faz exatamente o quê?

Isso foi feito por tentativa-e-erro, — sem estudo prévio, nem muita pesquisa. — Só em alguns casos foram encontradas informações sobre alguns pacotes que adicionam módulos ao System settings, por exemplo.

Apesar de ser uma versão Beta, — e da instalação do Plasma KDE, remoção do Cinnamon, — vem funcionando com perfeição, ao longo de 12 dias de trabalho constante.

Índice


  • Download, sha256sum
  • Live Installer
  • Sessão Live DVD (II)
  • Formatação
  • Instalação
  • Timeshift (Backup)
  • Espelhos e atualizações
  • Tasksel, Synaptic Task KDE
  • Kwin
  • Configurações do sistema
  • Codecs e Chromium
  • Tema e decoração de janelas
  • Conky, Krusader, Midnight-Commander
  • Gerenciamento de energia
  • Remoção do Cinnamon
  • Bloqueio de tela
  • Desabilitando Os_prober
  • Previews do Dolphin
  • Screenshots, Konqueror, pyRenamer
  • PIM, Baloo, Akonadi
  • WindowsPhone, pyRenamer
  • mintUpdate, Flatpak
  • Exame do KDE
  • Observações finais
  • Making of

Download, sha256sum


Verificação sha256sum da imagem ISO do Linux Mint Debian Edition (LMDE) 3 Cinnamon

O Linux Mint Debian Edition (LMDE) 3 Beta “Cindy” foi anunciado em 31 Jul. 2018, para teste pela comunidade, — e as únicas imagens ISO disponibilizadas (64bit e 32bit) vêm com Cinnamon.

Após o download, foi feita a verificação sha256sum, — e gravado em DVD pelo K3b, para ter à mão, caso precise.

Depois da instalação, o DVD voltou a ser utilizado como “Live GParted”, para aplicar rótulos (Label) às partições formatadas pelo instalador.


Live Installer


Dois erros por falta de familiaridade com o Live Installer do LMDE 3 “Cindy” (Beta)

São oferecidos dois Instaladores, — o “Live Installer” do próprio LMDE 3; e o Calamares, — além de um instalador de Multimedia Codecs (usado após a instalação no computador).

Escolhi o “Live Installer”, — tão diferente do tradicional instalador do Debian, quanto do Ubiquity (adaptado), visto no Linux Mint 19 Tara, — e por falta de familiaridade com ele, cometi alguns erros.

1) Ao chegar na etapa de Particionamento, cliquei em “Modo avançado”, — mas, em vez de mostrar opções adicionais (como imaginava), deu por encerrada essa etapa e passou adiante. — Pressupõe que o usuário fará montagens em /target, usará chroot, escreverá à mão seu próprio /etc/fstab.

Ao chegar no Resumo (Summary), não havia indicação das partições escolhidas, — apenas “Utilizar /target já montada”. — Cliquei “Back”, para retomar o processo do ponto onde havia me desviado do bom caminho.

No entanto, alguma coisa não “voltou” ao que era antes, — como se verá adiante.

No Live Installer do LMDE 3, clique em “Editar partições” para abrir o GParted

2) De volta ao Particionamento, — tal como exibido antes, — selecionei uma Swap que desejava desabilitar e cliquei em “Editar partições” (sic, no plural).

Isso abriu o GParted, — que não tinha intenção de usar, — e foi fechado de imediato.

3) Não percebi que havia 7 partições do SSD externo (USB) automaticamente montadas, — entre elas, Linux11 e Home11, que seriam usadas na instalação.

Seleção das partições a serem usadas, — e des-seleção do excesso de partições Swap

Para editar uma partição (no singular), o caminho é clicar nela com o botão direito do mouse, — como, aliás, é de praxe.

As opções são “Ponto de montagem”, — e “Formatar” (ou não), com escolha do tipo de sistema de arquivos.

O pequeno diálogo se abre em branco, — mesmo se a partição estava (automaticamente) pre-selecionada, — o que torna muito fácil e rápido des-selecionar 11 partições Swap que não deveriam ser usadas.

Se não me falha a memória, basta clicar Ok, — no diálogo em branco, — para des-selecionar.

Esquema de particionamento, — destinado a evitar interferências mútuas entre as distros instaladas

Obs.: - Mais tarde foi verificado que o Live Installer não alterou o identificador UUID da partição Swap11 (sdd10), — ao contrário do tradicional instalador do Debian. — Esse era o risco a evitar, caso deixasse auto-selecionadas todas as partições Swap, pois afetaria todas as demais distros, como na recente instalação do Slackware.

Primeiro e segundo Resumo (Summary). — Mas a partição de destino não foi formatada

No final, o Resumo (Summary) assinalou corretamente as partições a serem utilizadas, — inclusive, formatação da partição de sistema. — A instalação prosseguiu e foi concluída, aparentemente com sucesso.

Mas, ao reiniciar o computador, o Boot não se completou, — parou em mensagens de erro “End trace” etc.

Exame posterior mostrou que a partição-raiz não foi formatada, — o espaço ocupado passou de 8,70 GiB (Mint 19 Tara) para 10,96 GiB, — e o Grub apontava para 2 versões do Kernel 4.15.0 (do Mint 19 Tara). Não detectou Kernel 4.9.0 (do LMDE 3 Beta).

As 2 instalações, — Mint 19 Tara e LMDE 3 Beta, — estavam misturadas, no mesmo espaço.

Apesar dos erros e do mau resultado, essa experiência serviu para me familiarizar com o Live Installer e suas características. — Plenamente aprovado, IMHO.

Sessão Live DVD (II)


Menu de Boot Live DVD LMDE 3 Beta, — em Modo de compatibilidade

Para assegurar que o Live Installer do LMDE 3 Beta voltasse ao padrão “de fábrica”, foi iniciada nova sessão Live DVD.

Por pura experimentação, dessa vez foi selecionado o “Modo de compatibilidade”, — nunca testado nos últimos 10 anos.

Obs.: - Para isso, é preciso teclar alguma coisa, rapidamente, — para interromper a contagem de Boot automático e exibir o Menu de Boot do Live DVD com as demais opções.

Tal como na sessão anterior, foram feitas apenas as configurações mínimas, para documentar a instalação:

  • Wallpaper, — da seção “Mint 19 Tara”
  • Fuso horário (Time Zone)
  • Ocultar ícones da tela

Formatação


Partições do SSD externo (USB) automaticamente montadas pelo Cinnamon

O primeiro passo, — antes de iniciar o Live Installer, — seria formatar as partições Linux11 (sdd2) e Home11 (sdd6), para limpar a confusão deixada pela tentativa anterior.

Ao constatar que todas as partições da unidade SSD externa (USB) tinham sido automaticamente montadas pelo Cinnamon, tratei de desmontá-las, — o que foi feito rapidamente pelo ícone de montagem e desmontagem no painel lateral do Nemo.

Nesse ponto, faltou fechar o GParted, — e abrir outra vez. — Ele foi apenas atualizado, para detectar que agora tudo estava desmontado.

Formatação das partições Linux11 e Home11, antes de iniciar o Live Installer

Apesar de não ter fechado e reaberto o GParted, não houve qualquer problema ao formatar as partições Linux11 (sdd2) e Home11 (sdd6).

Porém, logo em seguida, falhou a tentativa de reaplicar esses rótulos (Label), — bem como a tentativa de verificar a partição Linux11 (sdd2). — No entanto, o comando fsck não detectou nenhum problema nessas 2 partições.

Rótulos finalmente aplicatos, após fechar e reabrir o GParted

Então, bastou fechar e abrir de novo o GParted, — para ele finalmente conseguir aplicar os rótulos (Label), sem mensagem de erro.

Instalação


Opções comuns, nos 4 primeiros passos do Live Installer

Os passos de 1 a 4 não apresentam qualquer novidade, para quem já instalou algumas distros Linux, — exceto por não haver opção de habilitar Root, — tradicional no instalador do Debian.

  1. Idioma (Language) — adivinhou pt_BR
  2. Fuso horário (Time Zone)
  3. Teclado (Keyboard Layout) — adivinhou pt_BR
  4. Nome, ID, Senha, Auto-Login, Hostname
  5. Particionamento (Linux11, Home11, Swap11)
  6. Dispositivo de Boot (Bootloader Device)
  7. Resumo (Summary)
  8. Slideshow

Os passos 5 e 7 foram exatamente como ilustrado antes, no subtítulo “Live Installer” (mais acima).

Instalar GRUB (ou não), — e em qual dispositivo

O passo 6, — Dispositivo de Boot (Bootloader Device), — consistiu em selecionar o SSD externo (sdd), para instalar a “chamada” do Grub em sua trilha inicial (MBR = Master Boot Record).

Obs.: - O Menu de inicialização da máquina fica no primeiro HDD (sda), — e um Bootloader alternativo no segundo (sdb). — O objetivo, aqui, era não deixar o Live Installer sobregravá-los.

A boa notícia é que o Live Installer do LMDE 3 “Cindy” Beta oferece a opção, — infelizmente não percebida na hora, — de não instalar o Grub.

Sem instalar o Grub, a instalação teria sido muito mais rápida.

Final da instalação do LMDE 3 “Cindy” (Beta)

De acordo com as Capturas de tela, os primeiros 7 passos levaram 4 minutos, — graças ao “ensaio” anterior, — e graças à facilidade de des-selecionar as partições Swap indesejadas:

2018-08-16

  1. — 16:06 - Language
  2. — 16:06 - TimeZone
  3. — 16:06 - Keyboard
  4. — 16:07 - User-Password-AutoLogin-Hostname
  5. — 16:08 - Partitions
  6. — 16:10 - Bootloader
  7. — 16:10 - Summary
  8. — 16:10 - Slideshow
  9. — 16:44 - Finished

É de se notar que não houve demora entre os passos 4 e 5, — exame dos dispositivos, para apresentação do quadro de partições existentes.

Mesmo com a longa demora de grub-mount / grub-prober etc., a parte automática da instalação (Slideshow) levou 34 minutos, — das 16:10 às 16:44, — bem menos do que em instalações recentes de outras distros.

Timeshift (Backup)


Timeshift aberto para o backup inicial, — antes das primeiras atualizações

Nenhuma novidade no Boot. — Ao reiniciar, o sistema solicita retirar o DVD da bandeja, e aguarda um Enter para prosseguir.

Uma vez que o LMDE 3 “Cindy” (Beta) seria submetido à imediata instalação do Plasma KDE e subsequente remoção do Cinnamon, o primeiro passo foi criar o backup inicial (completo), — base para sucessivos backups incrementais, a cada novo passo, dali por diante.

Foi aceita a opção RSync do Timeshift, — e alterada a localização do Backup para a partição Home11, — uma vez que as partições /home são pouco usadas e permanecem quase vazias, mesmo após 2 anos de uso (os arquivos de trabalho ficam em Works, XTudo, Sites). - [Observações sobre o Timeshift]

Obs.: - Notar que o mintUpdate, no Painel, indica sistema atualizado. Não era verdade. — Minutos antes, o aviso pedia atenção, mas ao abir, o mintUpdate não apresentou atualizações; apenas recomendou criar um backup (adiado). — Depois disso, apt update indicou 26 pacotes (também adiados). — Tudo isso ficou de lado, enquanto documentava outras coisas. Por fim, o Timeshift foi aberto a partir do Menu. — Parece provável que, se o Timeshift tivesse sido executado dentro do mintUpdate, logo em seguida ele teria solicitado escolher fontes de software (Mirrors) geograficamente mais próximos; e após a atualização de informações de pacotes, indicaria a existência de atualizações.

Desativação dos backups agendados, — e criação de um backup manual

Foi desativado o agendamento mensal (padrão), — pois a intenção era criar backups manuais, antes de cada grande alteração do LMDE 3 “Cindy” Beta.

Na realidade, uma série de experiências arriscadas podem exigir vários backups em poucas horas, — e depois disso, nada exigir backups durante dias, ou mesmo semanas.

Backup inicial, — pouco menor que o espaço usado na partição-raiz

O tamanho do primeiro backup (completo) é pouco menor que o espaço ocupado na partição-raiz, — uma vez que não inclui as pastas /dev, /media, /run e /tmp. — A diferença para mais fica por conta dos arquivos já existentes em Home11/USER, em geral cerca de 400 ~ 600 MiB logo após a instalação de uma distro.

Exame posterior indica que esse primeiro Backup ocupou 4,2 GiB.

Observações sobre o Backup do Timeshift.

LMDE 3 Beta Cinnamon - Informações do sistema, antes das primeiras atualizações

Também foi guardado um resumo das Informações do sistema, — em TXT, JPG, — para referência futura.

Espelhos e atualizações


Seleção de Espelhos (Mirrors) mais rápidos, antes de iniciar a atualização

Ao abrir o mintUpdate em uma nova instalação, ele sempre pergunta se o usuário deseja escolher “Espelhos” (Mirrors) geograficamente mais próximos e rápidos.

Convém levar em conta também a experiência pessoal, — pois o que é mais rápido no momento pode não ser, necessariamente, o de maior estabilidade e disponibilidade ao longo do tempo (e nas noites de domingo, em particular).

Confirmação da velocidade de download, ao recarregar as informações de pacotes dos Repositórios

Escolhidos os “Espelhos” (Mirrors), — recarregar as informações de pacotes.

Momento de conferir a velocidade dos troncos e conexões ao longo do caminho, — bastante firme, no limite dos 1,3 MiB/s da conexão local de “10 megas”.

Depois disso, foram aplicadas as 26 atualizações, pelo mintUpdate, — e o LMDE 3 “Cindy” Beta Cinnamon já estava pronto para a instalação do Plasma KDE.

Tasksel, Synaptic Task KDE


Opções de instalação do KDE Plasma, — pelo Tasksel ou pelo Synaptic >> by Task

Depois de experimentar o Tasksel em várias distros, — em geral, a partir do Terminal tty2 (CTRL-Alt-F2), — dessa vez resolvi usar a ferramenta Synaptic >> Edit >> Mark Packages by Task, — que vem a ser a mesma coisa, apenas com mais comodidade.

Dessa vez, Tasksel não ofereceu “KDE Full”, — portanto, ficariam faltando vários aplicativos e funcionalidades, a serem instalados depois.

Ao todo, foram instalados 521 pacotes, — facilmente pesquisados e copiados (em ordem alfabética) no Histórico do Synaptic.

Obs.: - Dias depois, foi encontrado “KDE Full”, — meta-pacote, fora do Tasksel, — mas àquela altura, não havia mais quase nada de interesse, entre os 245 pacotes restantes. Quase tudo que interessava, já tinha sido instalado manualmente.

Escolha entre gerenciadores de exibição LightDM e SDDM

A única intervenção necessária, durante a instalação do KDE Plasma, é escolher entre os gerenciadores de exibição LightDM e SDDM, — uma vez que não pode haver 2 em atividade. — Tenho escolhido sempre o SDDM, para manter o padrão das distros que já vêm com KDE.

Kwin


Após reiniciar, sessão Plasma KDE sem Barra de título nas janelas e outras funcionalidades

17:59 - Logout + Login, — ainda pelo LightDM, — sessão Plasma KDE sem Barra de título nas janelas, e sem várias funções fundamentais, como fechar aplicativo pela Barra de tarefas, alternar entre janelas (Alt+Tab), Captura de tela (PrtScn) etc.

18:08 - Reiniciado o computador, — Login pelo SDDM, — sessão Plasma KDE novamente sem Barra de título nas janelas, ou outras funcionalidades.

Obs.: - Feitas 2 Capturas de tela, — pelo Menu >> KDE Spectacle.

18:18 - [SOLVED] - Instalado gerenciador de janelas Kwin pelo Synaptic:

kde-window-manager (4:5.8.6-1)
kwin-common (4:5.8.6-1)
kwin-data (4:5.8.6-1)
kwin-x11 (4:5.8.6-1)
libkwin4-effect-builtins1 (4:5.8.6-1)
libkwineffects9 (4:5.8.6-1)
libkwinglutils9 (4:5.8.6-1)
libkwinxrenderutils9 (4:5.8.6-1)
libqt5multimedia5 (5.7.1~20161021-2)
libqt5multimediaquick-p5 (5.7.1~20161021-2)
qml-module-qtmultimedia (5.7.1~20161021-2)

Configurações do sistema


Configuração de Login automático, no SDDM

18:19 - Instalado Configurações do sistema:

systemsettings

18:27 - Em Configurações do sistema >> Atalhos, — faltava a seção Atalhos personalizados.

System settings >> Shortcuts >> Custom shortcuts

18:29 - Substituição do Compositor OpenGL 2.0 pelo XRender

18:40 - Instalado Xapian, para obter Pesquisa rápida no Synaptic:

apt-xapian-index

18:51 - Instalado tema para o SDDM:

sddm-theme-breeze

18:57 - Instalado o configurador do SDDM, — que ainda não existia no System settings:

kde-config-sddm

Então, foi possível configurar no SDDM para Login automático.

Instalação de khotkeys habilitou a seção Custom shortcuts em System settings

18:59 - Instalado khotkeys.

Isso habilitou a seção de Atalhos personalizados, — que faltava nas Configurações do sistema:

System settings >> Shortcuts >> Custom shortcuts

A configuração de PrtScn para gravação automática de capturas pelo gnome-screenshot, — e Shift-PrtScn para capturas com retardo de 7 segundos, — foi concluída no dia seguinte, já com a solução definitiva da montagem automática de partições adicionais (Works, XTudo, outras distros).

Codecs e Chromium


Install Multimedia Codecs, — meta-pacote mint-meta-codecs

19:06 - Menu >> Install Multimedia Codecs, — observado em “Live Installer” (mais acima), — roda um script ou fragmento do Synaptic com a função exclusiva de instalar o meta-pacote mint-meta-codecs.

Commit Log for Thu Aug 16 19:06:30 2018

Installed:

cabextract (1.6-1+b1)
flashplayer-mozilla (3:30.0.0.154-dmo1)
gstreamer1.0-libav (1:1.10.4-dmo1)
gstreamer1.0-plugins-bad (1:1.10.4-dmo2)
gstreamer1.0-plugins-ugly (1:1.10.4-dmo1)
gstreamer1.0-vaapi (1:1.10.4-dmo1)
libbs2b0 (3.1.0+dfsg-2.2)
libdvdcss2 (1.4.0-dmo1)
libfaac0 (1:1.28-dmo5)
libflite1 (2.0.0-release-3+b1)
libfluidsynth1 (1.1.6-4)
libhal1-flash (0.3.3-dmo1)
liblilv-0-0 (0.24.2~dfsg0-1)
libmjpegutils-2.1-0 (2:2.1.0-dmo9)
libmms0 (0.6.4-2)
libmpeg2encpp-2.1-0 (2:2.1.0-dmo9)
libmplex2-2.1-0 (2:2.1.0-dmo9)
libmspack0 (0.5-1+deb9u2)
libofa0 (0.9.3-15)
libopenal-data (1:1.17.2-4)
libopenal1 (1:1.17.2-4+b2)
libpango1.0-0 (1.40.5-1)
libpangox-1.0-0 (0.0.2-5+b2)
libserd-0-0 (0.26.0~dfsg0-1)
libsidplay1v5 (1.36.59-10)
libsndio6.1 (1.1.0-3)
libsord-0-0 (0.16.0~dfsg0-1+b1)
libsoundtouch1 (1.9.2-2+deb9u1)
libsratom-0-0 (0.6.0~dfsg0-1)
libunshield0 (1.4.2-1)
libvlc-bin (1:3.0.3-dmo1+deb9u2)
libvo-aacenc0 (0.1.3-1)
libwildmidi-config (0.4.0-2)
libwildmidi2 (0.4.0-2+b2)
libzbar0 (0.10+doc-10.1)
mint-meta-codecs (2018.06.08+lmde)
unrar (1:5.3.2-1+deb9u1)
unshield (1.4.2-1)
vlc (1:3.0.3-dmo1+deb9u2)
vlc-bin (1:3.0.3-dmo1+deb9u2)
vlc-l10n (1:3.0.3-dmo1+deb9u2)
vlc-plugin-notify (1:3.0.3-dmo1+deb9u2)
vlc-plugin-qt (1:3.0.3-dmo1+deb9u2)
w64codecs (1:20071007-dmo2)

19:12 - Instalado Chromium:

chromium (68.0.3440.75-1~deb9u1)
libminizip1 (1.1-8+b1)
libre2-3 (20170101+dfsg-1)

Ao contrário do observado em outras instalações *buntu, Chromium não incluiu automaticamente o pacote de traduções, — nem um pacote flash ou multimídia específico dele.

No entanto, não foi necessário instalar mais nada, para habilitar multimídia no Chromium.

Tema e decoração de janelas


Ícone selecionado para substituir o do Manjaro, no Menu do tema Maia transparent

19:19 - Tema Maia transparent, — originário do Manjaro
19:45 - Novo ícone para o Menu, — em substituição ao ícone do Manjaro
19:48 - Decoração de janelas Transparent oxygen

Conky, Krusader, Midnight-Commander


Montagem automática de partições adicionais pelo /etc/fstab

19:51 - Instalado Conky
19:56 - Instalado Midnight-Commander (mc)
19:58 - Instalado Krusader

O editor interno do Midnight-Commander (mcedit), — rodando com privilégios de super-usuário, — foi usado para editar o arquivo /etc/fstab, e assim realizar a montagem automática de partições adicionais, ao carregar o LMDE 3 “Cindy” Beta KDE.

Foi usado o mesmo bloco do /etc/fstab do Slackware, — com adaptações.


A instalação do Krusader costuma criar uma opção adicional no Menu, — Gerenciador de arquivos em Modo Root, — mas, para usá-lo, ainda faltava habilitar Root.

Configuração inicial do Conky, — antes e depois de aplicar fonte Verdana

20:26 - Instalado ttf-mscorefonts-installer
20:35 - Instalado KInfocenter

Com a montagem automática de partições adicionais, já foi possível iniciar a configuração do Conky, — a partir de um ~/.conkyrc trazido do Mint 19, — com os ajustes necessários.

Ao aplicar fontes Verdana, as letras se destacam melhor, — o espaçamento das linhas de texto fica mais leve, — e as informações se tornam um pouco mais legíveis.

20:40 - Wallpaper Machu Picchu (imagem que abre este relato, no alto)

Naturalmente, o configurador da área de trabalho do Plasma KDE não encontra os papeis de parede organizados para uso do Cinnamon. — O que foi aplicado é uma cópia editada e preservada em outra partição.

Gerenciamento de energia


Seção de Gerenciamento de energia, — habilitada pela instalação de powerdevil

21:29 - Instalado powerdevil, — habilitou a seção de Gerenciamento de energia, que ainda faltava nas Configurações do sistema:

System settings >> Hardware >> Power Management

Com isso, foi possível configurar o desligamento da tela após 10 minutos sem atividade.

Dolphin sem qualquer tipo de Visualização, — até a manhã seguinte

21:40 - Instalado KRename
21:45 - Instalado pyRenamer
21:47 - Instalado Wine, — ainda a conferir
21:52 - Instalado konq-plugins
21:54 - Instalado kimageformat
22:03 - Instalado kdegraphics-mobipocket
22:10 - Instalado kdesudo
22:26 - Instalado filelight
22:32 - Instalado dolphin-plugins + kdesdk-dolphin-plugins
22:36 - Instalado kdesdk-thumbnailers
22:42 - Instalado ffmpegthumbs
22:45 - Instalado k4dirstat
22:48 - Instalado Tumbler

A maior parte dos pacotes instalados entre 21:50 ~ 22:50 visavam prover recursos adicionais ao Konqueror e, principalmente, Visualizadores (Previews, Thumbnails) ao Dolphin, — o que só foi obtido no dia seguinte (ver adiante), — mas ainda estou longe de compreender exatamente quais deles, de fato, contribuem para isso.

Remoção do Cinnamon


Segundo “Instantâneo” (Snapshot) do LMDE 3, — antes de remover o Cinnamon

23:12 - Timeshift - 2º backup
23:23 - Remoção completa de pacotes: Cinnamon, Nemo

Foram removidos, especificamente, *Nemo* e *Cinnamon*, pelo Synaptic, — o que está longe de significar uma remoção completa desse ambiente.

Commit Log for Thu Aug 16 23:23:23 2018

Completely removed:

cinnamon
cinnamon-common
cinnamon-control-center
cinnamon-control-center-data
cinnamon-control-center-dbg
cinnamon-dbg
cinnamon-desktop-data
cinnamon-l10n
cinnamon-screensaver
cinnamon-session
cinnamon-session-common
cinnamon-settings-daemon
cjs
gir1.2-cinnamondesktop-3.0
gir1.2-cmenu-3.0
gir1.2-cvc-1.0
gir1.2-meta-muffin-0.0
gir1.2-nemo-3.0
libcinnamon-control-center1
libcinnamon-desktop-dbg
libcinnamon-desktop4
libcinnamon-menu-3-0
libcinnamon-menu-3-0-dbg
libcjs-dbg
libcjs0f
libcscreensaver0
libcvc-dbg
libcvc0
libmuffin0
libnemo-extension1
mint-info-cinnamon
mint-meta-cinnamon
muffin
muffin-common
muffin-dbg
nemo
nemo-data
nemo-dbg
nemo-fileroller
nemo-preview
policykit-1-gnome

Removed:

mint-meta-core
mintsystem
mintwelcome
nemo-emblems
nemo-share
python-nemo
xviewer
xviewer-dbg
xviewer-plugins

Bloqueio de tela


Configuração de bloqueio de tela, com o kde-config-screenlocker

23:28 - Instalado kde-config-screenlocker

Finalmente, as Configurações do sistema apresentaram a seção de bloqueio de tela, — para desativar, tanto o bloqueio por inatividade, quanto o bloqueio ao reativar:

Desktop Behavior >> Workspace >> Screen Locking

Desse modo, permanece apenas o desligamento de tela, — em Gerenciamento de energia (21:29, acima).

Desabilitando Os_prober


Desabilitando os_prober em /etc/default.grub

17 Ago. 2018 - (2º dia)


8:10 - Acrescentada em /etc/default.grub uma linha para desabilitar a detecção de outras distros, — uma vez que o Menu de inicialização da máquina é comandado pelo Mageia.

Com isso, tarefas que acionavam os_prober, — como atualizações do Grub, do tema do Grub, ou novas revisões do Kernel, por exemplo, — deixam de ser demoradas.

Previews do Dolphin


A instalação de kio-extras finalmente habilitou Previews no Dolphin

10:12 - Instalado kio-extras

Com isso, finalmente o Dolphin habilitou a seção de configuração de Visualizações:

Dolphin >> Preferences >> General >> Previews

No entanto, este era apenas um pacote que faltava, — pois os itens finalmente exibidos decorrem de outros pacotes instalados antes, e ainda não totalmente discriminados, — entre kdegraphics*, libgettext*, *thumb*, tumbler*, kdesdk*, kimageformat*, plugins do Dolphin e do Konqueror.

  • Ver (acima), — entre 21:50 ~ 22:50 da véspera

Teste de visualização de diferentes tipos de arquivos no Dolphin

Além das imagens PNG, JPEG, GIF, TIFF etc., — pre-habilitadas por padrão (mas, não antes desse momento!), — passaram a ser visualizados os arquivos TXT, PDF e XCF (Gimp).

Ficaram faltando algumas coisas:

  • Visualização de arquivos Mobi, — apesar de já instalado kdegraphics-mobipocket
  • Visualização de dados Exif, — obtida mais adiante

Para arquivos ODT, ODS, — e vários outros formatos Office (inclusive MS), — seria necessário instalar o Calligra completo, pois o visualizador avulso só se encontra (pronto para usar) nos repositórios do openSUSE.

Screenshots, Konqueror, pyRenamer


Conversão das Capturas de tela de PNG para JPEG, no Konqueror

10:52 - Configuração definitiva de PrtScn, — gravação automática, sem diálogo, — e Shift-PrtScn, com retardo de 7 segundos, para abrir menus etc.

gnome-screenshot -p -f "/PATH/$(date +%F_%H-%M-%S)_Md.jpg"

gnome-screenshot -p -d 7 -f "/PATH/$(date +%F_%H-%M-%S)_Md.jpg"

As Capturas de tela anteriores a esse momento precisavam ser convertidas do formato PNG para JPEG, — e renomeadas, para se adequarem ao padrão “YYYY-MM-DD_HH-mm-SS_XX”, — onde “XX” distingue imagens de diferentes distros, ou fotos de celular (NL), câmera digital (DS).

Diferença de tamanho de arquivo entre as capturas de tela feitas antes e depois

Depois de convertidas para JPEG, as Capturas feitas até esse momento se caracterizam por Qualidade 92%, — talvez devido à configuração original do gnome-screenshot no Mint, — ao passo que as Capturas de tela feitas desse momento em diante se caracterizam por Qualidade 80%, mais do que suficiente.

Por isso, o tamanho-de-arquivo das Capturas convertidas ainda é relativamente grande, — enquanto os arquivos gerados diretamente em JPG, daí por diante, têm cerca de 200 KiB.

Associação de arquivos “Pasta” ao pyRenamer e ao KRename, nas Configurações do sistema

Para facilitar o trabalho de renomear Fotos e Capturas de tela, pyRenamer e KRename foram adicionados como 2ª e 3ª opções para abertura de Pastas:

System settings >> Default applications >> File associations

Desse modo, basta clicar com o botão direito do Mouse (right-click) em uma Pasta, no Dolphin, e escolher 1 dos 2, no Menu de contexto.

Substituição de sequência de letras com o pyRenamer

Neste caso, foi utilizado o pyRenamer, — para remover, adicionar, substituir sequências de letras e números nos nomes dos arquivos:

Replace [Screenshot from ] with [NADA]
Replace [ ]                with [_]
Replace [_17-]             with [_14-] - UTC-03:00
Add     [XX]               to   20th position

PIM, Baloo, Akonadi


Processos Akonadi (15) e mysql flagrados pelo KSysguard

11:48 - Instalado KSysguard (Monitor do sistema)
11:50 - Removido gnome-system-monitor (Monitor do sistema)
11:54 - Removidos pacotes PIM, Baloo, Akonadi

KSysguard não flagrou nenhum processo “PIM” ou “Baloo” em atividade, — uma vez que vários serviços de pesquisa já estavam desabilitados nas Configurações do sistema; e não foram usados KMail, KOrganizer etc., que disparam outros serviços, — mas encontrou nada menos que 15 processos “Akonadi” + 1 “mysql” em atividade.

Como não utilizo os serviços associados a eles, — e a experiência já comprovou que podem ser removidos, sem problema, — foram desinstalados:

akregator
kaddressbook
kde-standard
kdepim-runtime
kmail
knotes
korganizer
libkf5akonadicalendar5
libkf5akonadicontact5
libkf5akonadicore-bin
libkf5akonadimime5
libkf5akonadisearch-plugins
libkf5alarmcalendar5
libkf5calendarsupport5
libkf5eventviews5
libkf5gravatar5
libkf5incidenceeditor-bin
libkf5incidenceeditor5
libkf5kaddressbookgrantlee5
libkf5kdepimdbusinterfaces5
libkf5ksieveui5
libkf5libkdepim-plugins
libkf5libkdepim5
libkf5mailcommon-plugins
libkf5mailcommon5
libkf5mailimporter5
libkf5mailtransport5
libkf5messagecomposer5
libkf5messagecore5
libkf5messagelist5
libkf5messageviewer5
libkf5pimcommon-plugins
libkf5pimcommon5
libkf5templateparser5
libkolab1
task-kde-desktop

Com isso, o uso inicial de Memória RAM caiu de cerca de 450 MiB para 381 ~ 382 MiB, — observado em 3 reinicializações do computador, ao longo desse dia.

Isso ainda deixou dezenas de pacotes órfãos (dependências) e arquivos residuais, — removidos mais tarde, nesse dia (ver adiante).

12:23 - Re-aplicados rótulos (Label) nas partições Linux11 e Swap 11, pelo GParted, — rodando em sessão Live DVD.

WindowsPhone, pyRenamer


Baixando fotos do celular por cabo USB no LMDE 3 “Cindy” (Beta) KDE

18:04 - Celular Nokia Lumia (WindowsPhone8) conectado pelo cabo USB foi detectado de imediato, mas o notificador de dispositivos apresentou apenas 1 opção, — “Abrir com o Gerenciador de Arquivos” (sic, maiúsculas e minúsculas), — pois o Kamera ainda não estava instalado.

Ao contrário da experiência de 2 anos atrás, essa opção com maiúsculas e minúsculas funcionou sem problemas, — pois em geral, só funcionava a opção totalmente em minúsculas, — e ainda identificou as pastas “Phone” X “SD card”.

Renomeando fotos com seus dados Exif, pelo pyRenamer

As fotos foram renomeadas pelo pyRenamer, com data e hora de cada imagem, — usando seus dados Exif.

Gwenview também exibe dados Exif, — mas o Dolphin, ainda não.

mintUpdate, Flatpak


Desabilitando o carregamento automático de atualizadores no início da sessão

21:15 - Desabilitado o carregamento automático do mintUpdate e do mintInstall-update-flatpak ao iniciar o sistema.

A partir daí, o LMDE 3 “Cindy” (Beta) KDE passou a iniciar com uso de 357 ~ 359 MiB RAM.

21:39 - Timeshift - 3º backup do sistema

21:50 - Remoção completa de pacotes “auto-removíveis” do PIM, Baloo, Akonadi, — dependências que ficaram órfãs e configurações residuais:

akonadi-backend-mysql
default-mysql-client-core
default-mysql-server-core
kdepimlibs-data
kf5-kdepim-apps-libs-data
kf5-kdepimlibs-kio-plugins
kf5-messagelib-data
libaio1
libgrantlee-textdocument5
libjemalloc1
libkf5akonadiagentbase5
libkf5akonadicore5
libkf5akonadinotes5
libkf5akonadiprivate5
libkf5akonadisearch-data
libkf5akonadisearchcore5
libkf5akonadisearchdebug5
libkf5akonadisearchpim5
libkf5akonadisearchxapian5
libkf5akonadiwidgets5
libkf5calendarcore5
libkf5calendarsupport-data
libkf5calendarutils5
libkf5contacts-data
libkf5contacts5
libkf5eventviews-data
libkf5followupreminder5
libkf5gapi-data
libkf5gapicalendar5
libkf5gapicontacts5
libkf5gapicore5
libkf5gapitasks5
libkf5gpgmepp-pthread5
libkf5grantleetheme-plugins
libkf5grantleetheme5
libkf5identitymanagement5
libkf5imap5
libkf5kdgantt2-5
libkf5kiogui5
libkf5kmanagesieve5
libkf5kontactinterface-data
libkf5kontactinterface5
libkf5ksieve-data
libkf5ksieve5
libkf5ldap5
libkf5libkdepim-data
libkf5libkleo5
libkf5mailtransport-data
libkf5mbox5
libkf5mime5
libkf5pimtextedit5
libkf5qgpgme5
libkf5sendlater5
libkf5syndication5
libkf5webkit5
libkolabxml1v5
libqt5xmlpatterns5
libxerces-c3.1
mariadb-client-core-10.1
mariadb-common
mariadb-server-core-10.1
task-desktop

22:10 - Tineshift - 4º backup do sistema

22:16 - Instalado o pacote “exif”, — utilitário de linha de comando. — Sem efeito no Dolphin, que continuou sem exibir os dados Exif das fotos.

22:22 - Instalado kdeadmin. — Sem registro de qualquer efeito visível em System settings.

kde-config-cron (4:16.08.0-1)
kdeadmin (4:16.04.0+5.92)
ksystemlog (4:16.08.3-1

22:36 - Instalado kdegraphics. — Sem efeitos visíveis no Dolphin: — ainda não mostra dados Exif, nem ampliou a visualização de arquivos.

kamera (4:16.08.3-1)
kcolorchooser (4:16.08.3-1)
kdegraphics (4:16.04.0+5.92)
kgamma5 (5.8.4-1)
kolourpaint4 (4:16.08.3-1)
kruler (4:16.08.2-1+b1)

22:41 - Instalado kdf, — KDiskFree.
22:45 - Instalado KStars.
22:46 - Timeshift - 5º backup do sistema

Exame do KDE


Descoberta do meta-pacote kde-full, quando já não tinha muito a oferecer

18 Ago. 2017 - (3º dia) - A essa altura, a maior parte dos recursos esperados do Plasma KDE já estavam em funcionamento, — faltando algumas coisas avulsas, aqui ou ali:

  • Mais algumas seções no System settings (Google: “system settings missing”)
  • Mais algumas visualizações (Previews) no Dolphin
  • Dados Exif no Painel Info (F11) do Dolphin, — requisito fundamental

O método empírico de simples tentativa-e-erro, — imaginar strings para busca no Synaptic, leitura aleatória de descrições pouco esclarecedoras, — parecia ter esgotado suas possibilidades.

Fato é que Filtro e Busca do Synaptic dependem do “nome” + “descrição”, — e a “descrição” nem sempre contém as palavras-chave ideais. — Há casos em que a inclusão de uma palavra-chave fundamental exclui dos resultados o pacote procurado. Sim, desenvolvedores são mais voltados para a linguagem-meio do que para a linguagem-fim.

Por outro lado, filtrar “kde” exibe nada menos que 1.289 pacotes, — e a busca apresenta 1.313. — Coisa demais para se examinar visualmente, um a um.

Google trouxe alguns bons resultados para “System settings missing” + [item procurado], — desde que você não se fie muito na tradução em seu idioma. — Para a seção “Gerenciamento de Energia”, por exemplo, a palavra-chave é “Power”.

Um guia fundamental é o site do KDE, — com links que permitem alternar rapidamente entre o original (English) e as traduções em vários idiomas (pt_BR).

Finalmente, percebi a existência do meta-pacote “kde-full”, — que àquela altura incluía “apenas” +245 pacotes, — ainda não instalados pelo Tasksel, nem por ações manuais avulsas (e dezenas de PIM-Baloo-Akonadi já removidos).

  • Listagem do que ainda faltava do meta-pacote kde-full, às 11:40 do dia 18 (3º dia), pela manhã

    Numa tentativa de sistematizar as buscas, — e evitar andar em círculos, voltando aos mesmos pacotes já examinados antes, — foram parcialmente copiadas as descrições dos pacotes que não conhecia, ou que pudessem despertar algumas dúvidas.

Fato é que essa listagem não sugeriu mais nada de útil, — exceto kdemultimedia (a seguir), — que não produziu nenhum dos resultados desejados.

14:47 - Instalação de pacotes sugeridos pelo kde-full:

kde-config-cddb (4:16.08.3-1)
kdemultimedia (4:16.04.0+5.92)
kio-audiocd (4:16.08.3-1)
kscd (4:16.08.1-2)
libdiscid0 (0.6.1-6)
libkcddb4 (4:16.08.3-1)
libkcompactdisc4 (4:16.04.0-2)

15:04 - Mais uma tentativa. — Este, não fazia parte do meta-pacote kde-full. — e, por si só, não resultou na apresentação de dados Exif no Info Panel (F11) do Dolphin.

libkfilemetadata4 (4:4.14.3-1)

Painel Info (F11) do Dolphin, — antes e depois de exibir dados Exif

15:07 - Instalado libkf5baloowidgets-bin, — que não fazia parte do meta-pacote kde-full, — nem, tampouco, do Tasksel (PIM-Baloo-Akonadi removidos).

E, — finalmente, — Dolphin passou a exibir os dados Exif no Info Panel (F11), do lado direito!

libkf5baloowidgets-bin (16.04.0-1+b1)

A descrição desse pacote não tem nada de muito esclarecedor, para usuários leigos, — e a única palavra-chave de utilidade, neste caso, é “metadata”. — Todas as outras, são neutras para essa busca específica:

«Baloo is a framework for searching and managing metadata».
«This package contains binaries used by the baloo widgets library».

Vale notar que o objetivo do “usuário” não era obter um recurso de “Pesquisa” por dados Exif, — mas, tão somente, sua exibição no Painel de Informações, do lado direito do Dolphin.

Não confundir esse pacote com outro, de nome quase igual, — "libkf5baloowidgets5", — instalado pelo Tasksel na antevéspera, e nunca removido nem atualizado até o dia 28 (quando cheguei a este ponto do levantamento / relato). Consta apenas 1 vez, no Histórico do Synaptic:

"Baloo is a framework for searching and managing metadata".
"This package contains GUI widgets for baloo".

23:53 - Habilitado Root, — opção não encontrada no Mint Installer, — para deixar o LMDE 3 “Cindy” (Beta) KDE com o mesmo comportamento do Debian, do Devuan e do MX Linux:

     sudo passwd root

Depois disso, finalmente o Krusader - Root mode passou a funcionar (constatado no dia 20).

22 Ago. 2018 - (7º dia) - Segunda atualização / instalação consecutiva de novo Kernel (desde 4.9.0-7 para 4.9.0-8 no dia 20) fez notar que o mintUpdate não exibe a seção Editar >> Ver Kernels.

Não há nenhum registro de que esta opção existisse, antes da remoção parcial do Cinnamon. — Lembrar que Debian trata de Kernel de um modo diferente das distros *buntu. — A conferir.

23 Ago. 2018 - (8º dia) - Tentativas de habilitar mintUpdate >> Editar >> Ver Kernels:

1:25 - Timeshift (6º backup).

9:00 - Reinstalados mint-info-cinnamon e mintsystem, — sem efeito no mintUpdate.

9:09 - Reinstalado mintwellcome, — sem efeito no mintUpdate.

Ativação da seção Gerenciamento de usuários, nas Configurações do sistema

24 Ago. 2018 (9º dia) - Gerenciamento de usuários.

16:16 - Instalado user-manager, — e finalmente surgiu Gerenciamento de usuários nas Configurações do sistema

Observações finais


28 Ago. 2018 - (13º dia) - O Instalador de Multimedia Codecs não aparece mais no Menu, há um bom tempo, — seja porque já cumpriu sua função, — seja por consequência da remoção de pacotes Cinnamon / Nemo.

\\\\

Making of


Ícone LMDE modificado no Gimp

O ícone aplicado ao Menu foi encontrado pelo Google Images, — cujo link remete a uma página estranha, da qual ele com certeza não faz parte, — e modificado no Gimp, para remover o fundo branco e a moldura.

Parece provável que seja de uma versão antiga do LMDE, pois mais tarde foi encontrado, — sem fundo e sem moldura, — em um artigo de Gene Liverman sobre o lançamento do “LMDE 201009”.

______________________
Publicado em 17 Ago. 2018 e desenvolvido até 28 Ago. 2018, no LMDE 3 “Cindy” (Beta) KDE.

— … ≠ • ≠ … —

Linux Mint


Nenhum comentário:

Postar um comentário