quarta-feira, 8 de agosto de 2018

KDE Plasma no Linux Mint 19 “Tara”

Após instalar o KDE completo pelo Tasksel, Mint 19 Tara se apresenta como “Kubuntu 19” 😲

Pesquisando “remove Cinnamon” na web, chamou atenção uma dica de que o melhor caminho para instalar o Plasma KDE é o Mint Xfce ou MATE, — ambientes (desktop environment, DE) mais simples de remover, depois.

Já tinha experiências negativas com mais de um ambiente em um mesmo sistema, — e até algumas dificuldades devido a configurações residuais de um ambiente removido.

Mas, já tinha instalado o Mint Cinnamon, — só restava seguir em frente.

O Plasma KDE foi instalado no final do dia 7, — testado em trabalho contínuo até o dia 14, — e aprovado sem restrições.

Índice


  • Backups
  • Preparação
  • tty2, Tasksel
  • Configurando o KDE
  • Montagem de partições adicionais
  • PIM, Baloo, Akonadi
  • PackageKit, Unattended-upgrades
  • Kamera, KRename
  • Tela de Login (SDDM)
  • Clique único

Referências



Backups


Faltou último backup do Linux Mint 19 “Tara” Cinnamon antes de instalar KDE Plasma

O Linux Mint 19 “Tara” Cinnamon foi instalado em 3 Jul. 2018, — recebeu a maior parte das configurações e ajustes até o dia 6, — e mais alguns experimentos nos dias 16, 18, 20.

Tudo isso ficou preservado pelo Timeshift em 2 “instantâneos” (snapshots), nos dias 18 e 20, — já na expectativa de instalar KDE Plasma.

Dias 21, 22 e 24, o Linux Mint 19 “Tara” Cinnamon foi carregado mais algumas vezes, — para concluir o relato da instalação e configuração (produzido quase todo no Mint 18 KDE), — mas àquela altura, a maior parte dos aplicativos já estavam instalados e configurados.

Afora isso, foram sempre feitas 2 atualizações semanais, — sem grandes novidades.

Por fim, em 7 Ago. 2018, foi instalado o KDE “completo”, — sem lembrar de fazer novo backup!

Felizmente, nenhum desastre. — Aliás, instalar KDE Plasma em cima de outro ambiente era tarefa conhecida; não representava nenhum mistério assustador.

Em todo caso, o backup de 20 Jul. seria suficiente para restabelecer o sistema, — exceto umas poucas atualizações e ajustes mais recentes.

Lembrando que:

  • Existem outras distros instaladas, — em caso de desastre, basta reiniciar o computador, escolher outra, — e o trabalho não fica parado
  • Os documentos ficam em partições separadas (Sites, Works, XTudo), — com 2 backups (Armazem1, Armazem2) em discos diferentes

O que o Timeshift deveria preservar, era o tempo investido na instalação e configuração do Linux Mint 19 “Tara” Cinnamon, — caso a instalação do KDE Plasma fosse um desastre.

Preparação


Verificação da conexão e repositórios com apt update

A preparação para instalar KDE Plasma no Linux Mint 19 “Tara” Cinnamon começou pelo apt update, — para ver o estado da conexão e dos repositórios, — quando o aparecimento de uma revisão de Kernel obrigou a uma pequena alteração dos planos.

Remoção de Kernel obsoleto, pelo mintUpdate

Para evitar acúmulo de versões antigas de Kernel, após cada nova atualização, é removida a mais antiga, de modo a deixar sempre apenas duas.

Atualização do Grub para detectar a nova revisão de Kernel do Linux Mint 19 “Tara” Cinnamon

Como o Menu de inicialização da máquina é gerenciado por outra distro, era necessário carregá-la para atualizar o Grub, — e recarregar o Linux Mint 19 “Tara” Cinnamon com a nova versão do Kernel. — Essa distração levou a esquecer do planejado backup final.

tty2, Tasksel


Logado em tty2 com sudo su

A instalação do KDE Plasma seria feita pelo Tasksel, — mas pelo tty2 (CTRL-Alt-F2), ao invés do Terminal gráfico do Cinnamon.

O ideal era encerrar a sessão Cinnamon (Logout), — da tela de Login (tty1) passar ao tty2, para logar como Root, — e logar como Usuário em tty3, para monitorar pelo htop ou outro aplicativo não-gráfico.

Acontece que distros *buntu desabilitam Root por padrão, — seria necessário logar como Usuário em ambos terminais (+ sudo su em um deles). — Aprender sobre isso, naquele momento, seria complicar demais o processo.

Portanto, foi mantida a sessão Cinnamon (tty7), — o que permitiria monitorar o processo pelo Conky.

Opções do Tasksel para instalar KDE Plasma no Linux Mint 19 “Tara” Cinnamon

O que o Tasksel oferece, no Linux Mint 19 “Tara”, não é chamado de “KDE Plasma”, — mas, opções referidas às implementações da Canonical:

[  ] Kubuntu live CD
[  ] Lubuntu live CD (GTK part)
[  ] Ubuntu Budgie live CD
[  ] Ubuntu live CD
[  ] Ubuntu MATE Live CD
[  ] Ubuntu Studio live DVD
[  ] Ubuntu GNOME live CD
[  ] Xubuntu live CD
[  ] Ubuntu Cloud Image (instance)
[  ] DNS server
[  ] Kubuntu desktop
[  ] Kubuntu full
[  ] LAMP server
[  ] Lubuntu minimal installation
[  ] Lubuntu Desktop
[  ] Lubuntu minimal installation (GTK part)
[  ] Lubuntu Desktop (GTK part)
[  ] Lubuntu minimal installation (Qt part)
[  ] Lubuntu Qt Desktop (Qt part)
[  ] Mail server
[  ] PostgreSQL database
[*] Print server
[  ] Samba file server
[  ] Ubuntu Budgie desktop
[  ] Ubuntu desktop
[  ] Ubuntu MATE minimal
[  ] Ubuntu MATE desktop
[  ] Audio recording and editing suite
[  ] Ubuntu Studio desktop
[  ] Ubuntu Studio minimal DE installation
[  ] Large selection of font packages
[  ] 2D/3D creation and editing suite
[  ] Photograph touchup and editing suite
[  ] Publishing applications
[  ] Video creation and editing suite
[  ] Vanilla GNOME desktop
[  ] Xubuntu minimal installation
[  ] Xubuntu desktop
[  ] OpenSSH server
[  ] Basic Ubuntu server

Não fazia a menor ideia do que possa ser “Kubuntu Live CD”, mas algumas experiências já ensinaram que, — entre “KDE Desktop” e “KDE Full”, — é mais prático escolher logo a opção completa.

Neste caso, — “Kubuntu Full”, — para não ter de adicioar e configurar, manualmente, inúmeras coisas avulsas, depois.

Download de 778 pacotes do KDE Plasma pelo Tasksel

Tasksel indica download de 778 pacotes, — em velocidade sempre próxima ao limite de 1,3 MiB/s (“10 megas”), — em 6 minutos (23:37 ~ 23:43).

Neste link (abaixo), um extrato do /var/log/dpkg com 785 pacotes instalados, — e talvez, também alguns removidos / modificados / reconfigurados, — salvo melhor avaliação:


Seleção do display manager SDDM

Na falta de familiaridade com gerenciadores de exibição (display managers), LightDM foi trocado pelo SDDM, — o que permite recorrer ao exame das demais distros instaladas (todas com KDE), no caso de algum problema.

Encerramento da sessão Cinnamon e escolha da sessão KDE Plasma

Encerrada a sessão Cinnamon, — sem reiniciar a máquina, — foi selecionado KDE Plasma, para uma verificação inicial.

Configurando o KDE


Primeira tela do Plasma KDE instalado no Linux Mint 19 “Tara”

A sessão Plasma KDE carregou e funcionou com perfeição, — exceto pela falta do Konsole (instalado depois) e de inúmeras configurações personalizadas:

  • Configurar KDE Spectacle, — até restabelecer o gnome-screenshot
  • Configurar o Gerenciador de tarefas (Task manager):
  • sem Dicas enormes
  • sem rolagem
  • Adicionar lançadores no Painel:
  • System settings
  • Chromium
  • Dolphin
  • Konsole... oops!
  • Instalar Konsole
  • Configurar o Dolphin, Kate, Gwenview
  • Eliminar ícones da tela, ─ em ~/Desktop
  • Configurar System settings, — exibição em ícones, que não abusa da CPU
  • Habilitar acesso ao 3º nível do Teclado (Left-Win), — « © € m³ km² £ ½ ¾ ¼ »
  • Compositor, — trocar OpenGL 2.0 por XRender
  • Desabilitar KWallet
  • Associação de arquivos BMP, GIF, JPEG, PNG, TIFF:
  • Gwenview (1º)
  • Gimp (2º)
  • Desabilitar Pesquisa de arquivos
  • não afeta Buscas simples no Dolphin (nome, conteúdo)
  • não afeta Buscas avançadas no KFind (data, tamanho, metainformações, usuário, grupo)
  • Pesquisa do Plasma, — desabilitar buscas em:
  • Favoritos
  • Locais
  • Localizações
  • Contatos do PIM
  • Desktop
  • SDDM, — Login automático; sessão Plasma
  • Desabilitar aplicativos iniciados automaticamente com a sessão:
  • Conky
  • Flatpak
  • mintUpdate
  • mintWellcome
  • Suporte NVIDIA
  • Serviços de segundo plano, — desabilitar serviços de:
  • Atualização de pastas de pesquisa
  • Gerenciador de impressão
  • Notificador de alteração de URLs remotas
  • Servidor do Write
  • Touchpad
  • Início de sessão, — Restaurar sessão salva manualmente, — Salvar sessão (com Conky)
  • Adaptar o arquivo de configurção ~/.conkyrc
  • Wallpaper

Ajustes preliminares do ~/.conkyrc no Linux Mint 19 “Tara” com Plasma KDE

De início, o arquivo ~/.conkyrc recebeu apenas 2 alterações mais urgentes

  • Substituir “Mint Cinnamon” por “Mint 19 Tara”, — no alto; e
  • Desabilitar 2 linhas no bloco de processos, para compensar a maior altura do Painel do KDE.

TEXT
${font verdana:size=24}Mint Cinnamon${font}
${font verdana:pixelsize=10}${hr}${font}
${font verdana:size=32}${alignc}${time %H:%M}${font}
${font verdana:pixelsize=18}${alignc}${time %a, %d %b. %Y}${font}
...
Uso               ${alignr}PID      CPU    Mem
                                  ${alignr}%        %
 ${top name 1} ${alignr}${top pid 1}   ${top cpu 1}   ${top mem 1}
 ${top name 2} ${alignr}${top pid 2}   ${top cpu 2}   ${top mem 2}
 ${top name 3} ${alignr}${top pid 3}   ${top cpu 3}   ${top mem 3}
 ${top name 4} ${alignr}${top pid 4}   ${top cpu 4}   ${top mem 4}
 ${top name 5} ${alignr}${top pid 5}   ${top cpu 5}   ${top mem 5}
 ${top name 6} ${alignr}${top pid 6}   ${top cpu 6}   ${top mem 6}
* ${top name 7} ${alignr}${top pid 7}   ${top cpu 7}   ${top mem 7}
* ${top name 8} ${alignr}${top pid 8}   ${top cpu 8}   ${top mem 8}

Redução das letras no alto, para acomodar 8 processos no corpo do Conky

Mais tarde, foram diminuídas as letras das primeiras linhas, — Distro e Hora, — para restabelecer os “top” 8 processos no Conky.

TEXT
${font verdana:size=22}Mint 19 Tara${font}
${font verdana:pixelsize=10}${hr}${font}
${font verdana:size=28}${alignc}${time %H:%M}${font}
${font verdana:pixelsize=18}${alignc}${time %a, %d %b. %Y}${font}

Painel e ícones do Menu ao longo das configurações, — Kubuntu, Breeze, Maia transparent

Mais configurações:

  • Atalhos PrtScn e Shift-PrtScn para o gnome-screenshot, — em substituição ao Spectacle
  • Remover ações de Contorno de tela
  • Remover efeitos de desktop:
  • Ampliação da área de trabalho inteira
  • Aperto das janelas
  • Borda de tela
  • Animação ao maximizar
  • Animação ao minimizar
  • Apresentar janelas
  • Grade da área de trabalho
  • Desabilitar bloqueio de tela / bloqueio ao reativar
  • Aparência, — Substituir tema Kubuntu por Breeze
  • Tema da Área de trabalho, — instalar e aplicar Maia transparent
  • Decoração de janelas, — instalar e aplicar Transparent oxygen
  • Ícone do Menu, — em substituição ao do Manjaro (Maia transparent)

Montagem de partições adicionais


Eliminando partições adicionais do /etc/fstab

Não era mais necessário usar /etc/fstab para a montagem automática das partições “adicionais”, — aquelas que não fazem parte do sistema.

O esquema adotado no Cinnamon era:

  • HDDs internos, — montados pelo /etc/fstab, — em /media/LABEL
  • SSD externo (USB), — montado pelo Cinnamon, — em /media/USER/LABEL

Habilitando a montagem automática de partições em HDDs internos e SSD externo

Nas distros *buntu com Plasma KDE, basta habilitar a montagem automática em

System settings >> Storage >> Removable devices.

Para os HDDs internos, é necessário habilitar individualmente, — ao passo que para o SSD externo (USB) basta habilitar “no início da sessão” (), — e para Pendrive (USB), a opção “quando conectadas” ().

Com isso, todas as partições adicionais (que não fazem parte do sistema), agora, são montadas em /media/USER/LABEL, — o que exigiu correção no ~/.conkyrc; nos atalhos PrtScn / Shift-PrtScn; e na página inicial do Dolphin.

PIM, Baloo, Akonadi


Linux Mint 19 “Tara” com Plasma KDE, — e sem PIM, Baloo, Akonadi

Ao reiniciar o computador mais uma vez, o Linux Mint 19 “Tara” carregou a sessão Plasma KDE com uso de Memória RAM em 450 MiB, — contra uma média de 544 MiB no início de sessões Cinnamon (até a véspera).

Exame rápido pelo KSysguard indica que PIM, Baloo, Akonadi não estão em atividade, — em parte, por ter desabilitado várias buscas e serviços não utilizados, — e em parte, por nunca abrir aplicativos como KMail, KOrganizer, KAddressbook, Kontact etc,. que disparam esses processos.

PackageKit, Unattended-upgrades


Histórico do Synaptic agiliza pesquisa, cópia, — e inclui as ações do mintUpdate

Porém, estava em atividade o PackageKit, — responsável (entre outras coisas) pela pressa em verificar atualizações, tão logo o computador é ligado. — Foi imediatamente removido, e levou junto o famigerado Plasma-Discover.

Desse modo, é possível:

  • registrar o uso inicial de Memória RAM, — sem interferência de atualizações agendadas
  • verificar o estado dos repositórios e da rede, pelo apt update manual
  • examinar as atualizações propostas
  • aplicá-las pelo mintUpdate / Synaptic, — com direito a um Histórico prático e fácil de pesquisar, copiar etc.

O mintUpdate parece ser uma bifurcação (fork) do Synaptic, — e assim são identificadas suas ações no /var/log/apt/history.log, — ao passo que as ações do apt install e do unattended-upgrades só ficam registrados em outros logs (bem menos práticos de copiar, embora mais detalhados).

Commit Log for Wed Aug  8 02:33:28 2018

Removed:

apt-config-icons-hidpi
apt-config-icons-large
apt-config-icons-large-hidpi
gstreamer1.0-packagekit
packagekit
packagekit-tools
plasma-discover

unattended-upgrades não chegou a instalar nada

Pelos mesmos motivos, foi removido unattended-upgrades, — cuja principal virtude é instalar atualizações, sem que você sequer perceba (exceto quando deixa o computador devagar-quase-travando, nas horas mais inadequadas).

Commit Log for Wed Aug  8 02:34:17 2018

Removed:

unattended-upgrades

O efeito dessas medidas se fez sentir no uso inicial de Memória RAM, nas horas seguintes:

2018-08-08

  2:07 - 453 MiB
  2:25 - 450 MiB
12:48 - 400 MiB
16:53 - 400 MiB
17:12 - 396 MiB

Kamera, KRename


Associação de arquivos “Pasta” — Dolphin (), Krename (2º)

Um dos primeiros pacotes a ser instalado foi o KRename, — útil para renomear arquivos em massa, em vários casos, — mas infelizmente não foi encontrado o pyRenamer, mais prático em outras situações.

O procedimento adotado em todas as distros é associá-los a “Pasta” (Folder, Directory), — logo abaixo de Dolphin, que é o padrão, — pois a rotina de trabalho é lidar com coleções inteiras, de cada vez.

A sequência a seguir deixa clara a utilidade de nomes padronizados, — no formato “YYYY-MM-DD_HH-mm-SS”, — para organizar sequências cronológicas.

Ao ser detectada a câmera digital, escolher “gerenciador de arquivos”, — totalmente em minúsculas

Baixar fotos de celular por cabo USB nunca foi problema em nenhuma das distros com KDE, pelo menos nos últimos 4 ou 5 anos. — Ao receber a notificação de novo dispositivo detectado, escolha a opção de “Abrir no gerenciador de arquivos” (em minúsculas), — e se abre uma nova janela do Dolphin.

Arrastar e copiar (não “mover”) as fotos do celular para o disco rígido, no Dolphin

As fotos são apenas copiadas, — pois “mover” implicaria em “deletar” no celular, — e isso pode danificar a Memória do aparelho.

Dados Exif no Dolphin (Show tips) — diferença de 0,2 segundo entre a hora da foto e a de seu arquivo

Ao copiar as fotos desse modo, elas trazem intactos seus atributos, — inclusive data / hora de criação / modificação do arquivo, — o que mantém a consistência da coleção, e é sempre útil, ao realizar uma busca avançada (KFind), ou apenas examinar a lista no gerenciador de arquivos.

Algumas fotos baixadas há muitos anos, por outros meios (e/ou no Windows XP), apresentam data e hora unificada, — o que às vezes causa alguma dificuldade, — embora mantenham os meta-dados Exif, que incluem a hora exata de cada foto. Mas os dados Exif nem sempre estão à vista.

Abertura do KRename pelo Menu de contexto a partir da Pasta com as fotos

Com a Associação de arquivos “Pasta” ao aplicativo “KRename”, poupa-se tempo e cliques, — ele já abre na pasta certa, pelo Menu de contexto.

Renomeando as fotos do celular pela data e hora de criação do arquivo

Quando existem fotos tiradas ou salvas na mesma hora-minuto-segundo, — com diferença de frações de segundo, — KRename apresenta “erro” e deixa de renomear algumas, por já existirem outras com os mesmos nomes.

Neste caso, basta acrescentar “a” às que já foram renomeadas, — renomear as que ficaram faltando, — e acrescentar “b” a estas últimas, para mantê-las na sequência correta.

Fotos e capturas de tela ordenadas cronologicamente

Ao mover as fotos renomeadas para a pasta com as capturas de tela, se obtém a sequência cronológica dos itens documentados por imagem, — fácil de comparar com a sequência dos comandos em ~/.bash_history, desde que datados no mesmo formato:

2018-08-11_13-30-37 echo 'export HISTTIMEFORMAT="%F_%H-%M-%S "' >> ~/.bashrc
2018-08-11_13-30-37 source ~/.bash_profile
2018-08-08_12-37-16 gnome-screenshot -p -f /media/flavio/XTudo/000_print-screen/$(date +%F_%H-%M-%S)_Mt.jpg
2018-08-10_19-19-03 ls -1 > crono-KDE.txt

Tela de Login (SDDM)


Tela de Login fantasmagórica, — aparentemente, por falta de uma imagem

Ao fazer o primeiro Logout após reiniciar a máquina, a tela de Login do SDDM se apresentou com aparência fantasmagórica, — difícil de ler qualquer coisa, a menos que se saiba onde procurar.

Substituição do tema do SDDM, — aparentemente, com falta de uma imagem, — por Text only

Um exame do tema do SDDM (em System settings) deu a impressão de que talvez faltasse a imagem de fundo, — e a solução mais simples foi baixar e instalar o mesmo tema, porém “Text only”.

Tela de Login com tema Breeze Text Only

Esta opção solucionou o problema, — sem necessidade de um estudo completo do Tema, para localizar a imagem na árvore do sistema de arquivos, ou obtê-la em algum lugar da web.

Clique único


Procurando Clique-único (single click) nas Configurações do sistema

Em outros ambientes (DE, desktop environment), é comum ter de procurar a configuração de Clique-único, — pois este não é o padrão universal, — e cada um oferece (ou esconde) num lugar diferente.

Ao instalar distros com KDE, a questão nem se apresenta, — pois costumam já vir configuradas para Clique-único, — salvo engano.

Em geral, é após instalar KDE numa distro com outro ambiente, que costuma ser necessária a opção manual pelo Clique-único.

Não sei se o KDE mudou o local dessa configuração, — ou se foi efeito de configurações residuais de ambientes já removidos, como IceWM, MATE, Xfce, Cinnamon. — Não encontrei.

Configuração do Clique único num local óbvio, — porém controverso

Depois de 4 dias dupli-clicando (e rangendo os dentes), recorri ao Google, — para descobrir que a configuração estava num local óbvio, — embora conceitualmente controverso.

Remoção do Cinnamon


Primeiras tentativas de remover globalmente o Cinnamon, por comandos

As primeiras tentativas de remoção global do Cinnamon, — por comandos debatidos no Forum do Linux Mint, — deram poucos resultados.

O comando apt-get remove cinnamon removeu apenas 3 pacotes, — e depois dele, apt-get autoremove (ou auto-remove) não eliminou mais nada.

2018-08-08 13:44:03 cinnamon-dbg
2018-08-08 13:44:09 mint-meta-cinnamon
2018-08-08 13:44:09 cinnamon

Segunda tentativa de remoção do Cinnamon por comandos

Mesmo tentando possíveis variações, os resultados continuaram pífios, — até especificar vários pacotes:

apt-get remove cinnamon-screensaver nemo cinnamon-control-center

2018-08-08 14:11:08 cinnamon-control-center-dbg
2018-08-08 14:11:14 cinnamon-control-center
2018-08-08 14:11:15 cinnamon-screensaver-x-plugin+tara
2018-08-08 14:11:15 cinnamon-screensaver
2018-08-08 14:11:16 nemo-fileroller
2018-08-08 14:11:16 nemo-terminal
2018-08-08 14:11:16 nemo
2018-08-08 14:11:16 nemo-dbg
2018-08-08 14:11:16 nemo-emblems
2018-08-08 14:11:17 nemo-preview
2018-08-08 14:11:18 nemo-share

Pacotes “cinnamon” selecionados para remoção completa

A partir daí, optei por uma abordagem mais promissora, via Synaptic, — a começar pela remoção de todos os 31 pacotes instalados, detectados pelo filtro “cinnamon”, — e pelo exame de quais dependências seriam afetadas.

Parecia especialmente alarmante a remoção de algumas dependências, — como “mintsystem”, “mint-meta-core” e “mint-meta-kde”.

Backup do Mint 19 “Tara” pelo Timeshift, — antes de uma remoção mais arriscada

Nesse ponto, o Timeshift foi chamado a criar mais um “Instantâneo” (snapshot) do sistema, — o terceiro, — antes de qualquer remoção mais arriscada.

Simulação de remoção de pacotes no Synaptic, — nenhum alarme

Foi carregado o Mint 18 KDE, — cujo Synaptic não disparou nenhum alarme, ao marcar esses 3 pacotes, — simulando sua remoção.

Remoção de 31 pacotes do Cinnamon e suas dependências

Afinal, foram removidos os 42 pacotes:

Commit Log for Wed Aug  8 17:53:57 2018

Removidos completamente os seguintes pacotes:

cinnamon-common
cinnamon-control-center-data
cinnamon-desktop-data
cinnamon-doc
cinnamon-l10n
cinnamon-session
cinnamon-session-common
cinnamon-settings-daemon
cjs
gir1.2-cinnamondesktop-3.0
gir1.2-cmenu-3.0
gir1.2-cvc-1.0
gir1.2-meta-muffin-0.0
gir1.2-nemo-3.0
libcinnamon-control-center1
libcinnamon-desktop-dbg
libcinnamon-desktop4
libcinnamon-menu-3-0
libcinnamon-menu-3-0-dbg
libcjs-dbg
libcjs0f
libcscreensaver0
libcvc-dbg
libcvc0
libmuffin0
libnemo-extension1
mint-info-cinnamon
mint-meta-core
mintsystem
mintwelcome
muffin
muffin-common
muffin-dbg
nemo-data
nemo-image-converter
nemo-media-columns
policykit-1-gnome
python-nemo
ubuntu-system-adjustments
xviewer
xviewer-dbg
xviewer-plugins

Remoção incompleta do pacote mintsystem, pelo Synaptic

Os 42 pacotes foram removidos pelo Synaptic, — com um único aviso de resíduo deixado pelo mintsystem.

Em todo caso, o sistema e o Plasma KDE ainda não apresentaram nenhuma sequela, após 6 dias de trabalho intenso.

____________________
Publicado em 8 Ago. 2018 e desenvolvido até o dia 14, — no Mint 19 “Tara” Plasma KDE.

— … ≠ • ≠ … —

Linux Mint


2 comentários:

  1. Sorry for the foreign language comment but I don't know any Portuguese. I used translate.google.com to read the post which worked quite well.

    This was a very interesting post, thank you for writing it. I'm still using Linux Mint KDE 18.3 so I may have to give this a try to create my own update.

    And I learned about some cool utilities..such as conky and how did I not know about KSysguard?!

    Why do you like gnome-screenshot better than KSpectacle?

    ResponderExcluir
  2. Thank you, Mike!

    I am still using Mint 18 KDE, and just trying 19.

    KDE Spectacle uses more RAM, its process remain after shot, and its notification remain a time on screen. Notification appears if you need to take new shots quickly.

    I have found that gnome-screenshot uses about 23 KiB RAM, just for 25 seconds, and then RAM falls back to previous level.

    ResponderExcluir