sábado, 1 de agosto de 2015

Instalação do Google Earth no Kubuntu i386

Cadê a Terra que estava aqui.

O Google Earth é uma dessas coisas que mais tem dado trabalho, a cada mudança de um Linux para outro (Debian, Mint, Ubuntu etc.), ou migração para nova versão, ou simples reinstalação.

A última vez que consegui instalar o Google Earth com êxito, e com relativa facilidade, já faz algum tempo. Depois disso, nunca mais.

Reinstalei o Kubuntu 14.04 i386 (32-bit) como sistema “secundário” (estepe) e decidi tentar outra vez.

Método oficial

Download oficial do Google Earth

Primeiro passo, baixar o instalador oficial do próprio Google, para Debian / Ubuntu 32-bit.

Em seguida, abrir o arquivo google-earth-stable_current_i386.deb com o instalador de pacotes QApt.

Clicar no arquivo com o botão direito do mouse, e “Abrir com” o QApt.

Também poderia “Abrir com” o instalador gdebi, que instalei mais tarde (ver Método alternativo, abaixo).

Dependências identificadas pelo QApt

O QApt identificou uma longa lista de “dependências”, para o correto funcionamento do Google Earth no seio do povo.

Ok, instalar tudo que for necessário.

Completada a instalação “com sucesso”, vamos ao teste.

Windows executou uma operação ilegal e será encerrado”… Não, péra…

“Placa de vídeo não suportada” !

Mentira.

Como disse, já consegui instalar o Google Earth neste mesmo computador, tempos atrás, com relativa facilidade — e usei por um bom tempo, até o dia em que precisei instalar outro Linux diferente, ou mais novo, ou experimental etc.

Portanto, nada de “placa de vídeo não suportada”.

Em todo caso, ao clicar “Ok”, você não é mandado para o espaço.

Ou é… mas no bom sentido.

O Google Earth continua abrindo normalmente — apenas, não aparece a “mãe Earth”, — só linhas do litoral e fronteiras, flutuando num vácuo belíssimo.

Chão de estrelas !

Navega-se muito bem. Consegui encontrar Campos do Jordão (SP), na maior moleza, ver o mapa de todas as ruas etc. Mas, não era bem isso, o que eu queria.

Faltava chão, se é que me entendem.

Desinstalei, usando o Synaptic.

Mais tarde (ver abaixo), pedi a remoção completa, para deixar o sistema tal como estava antes dessa tentativa.

Notei que a instalação oficial tinha acrescentado um repositório, o do Google Earth, de modo que atualizações seriam automaticamente detectadas pelo Synaptic — que costumo abrir todo dia, pela manhã, para checar atualizações.

Ao comandar a remoção completa, o repositório também foi eliminado, pois já não há o que atualizar.

Método alternativo

Procurando aqui e ali, encontrei duas páginas com vários comandos tipo “sudo apt-get install” que, em resumo, instalariam o seguinte:


  • googleearth-package
  • mesa-utils
  • lsb-core
  • gdebi
  • ttf-mscorefonts-installer
  • ttf-dejavu
  • ttf-dejavu-core
  • ttf-dejavu-extra
  • ttf-bistream-vera


O googleearth-package, mesa-utils, lsb-core e gdebi são presenças naturais nos repositórios de softwares Linux. Basta abrir o Synaptic, “Recarregar” (para atualizar informações), digitar esses nomes, e marcar para instalação os que ainda não estiverem instalados.

O lsb-core, por exemplo, estava entre as “dependências” detectadas pelo QApt na primeira tentativa.

Instalar qualquer coisa existente nos repositórios, usando o Synaptic, me deixa muito mais tranquilo do que copiar, colar e mandar executar linhas misteriosas de “apt-get install” no Terminal (tela preta) — onde o leigo às vezes se vê diante de demoras intermináveis, sem saber se as coisas estão andando como deviam, ou não. No Synaptic (gráfico), você sempre sabe a quantas anda, e qualquer “dependência” a mais, que for necessária, ele avisa antes, e você clica “Ok” sem susto.

As fontes “ttf” (Micro$oft) também se encontram nos repositórios do Linux, de modo que também mandei instalar, sem susto.

No final, ficou apenas uma instrução para colar no Terminal (tela preta) e disparar:

make-googleearth-package --force

O resultado é uma saraivada de linhas na tela preta, indicando que o Google foi conectado, está sendo feito o download do código binário “GoogleEarthLinux.bin”, entre outras coisas.

Em seguida, um arquivo de instruções realiza e grava uma série de configurações, levando em conta seu sistema, e os “pacotes” já instalados (“dependências”).

No caso específico do meu sistema, hardware etc., e na data de hoje, foi gerado então um arquivo instalável chamado “googleearth_6.0.3.2197+1.1.0-1_i386.deb”, que deve funcionar (teoricamente) para instalação no meu computador — mas não, necessariamente, em qualquer outro computador, nem em outra época do ano.

A operação terminou com estas linhas de mensagem:

-----------------------------
Success!
You can now install the package with e.g:
sudo dpkg -i googleearth_6.0.3.2197+1.1.0-1_i386.deb
-----------------------------

Copiei a última linha e colei no prompt de comando:

flavio@Kubuntu-II-i386:~$ sudo dpkg -i googleearth_6.0.3.2197+1.1.0-1_i386.deb
[sudo] password for flavio:

Digitada a senha, começaram aparecer mensagens de erro.

Eis algumas dessas mensagens de erro, esclarecendo que ainda faltava alguma coisa:

dpkg: problemas com dependências impedem a configuração de googleearth:
 googleearth depende de libfreeimage3; porém:
  Pacote libfreeimage3 não está instalado.

Voltei ao Synaptic, procurei o tal  libfreeimage3 e mandei instalar.

(Podia ter feito lá mesmo, no terminal, usando o “apt-get install”).

E tornei a mandar o mesmo comando:

flavio@Kubuntu-II-i386:~$ sudo dpkg -i googleearth_6.0.3.2197+1.1.0-1_i386.deb
(Lendo banco de dados ... 168181 ficheiros e directórios actualmente instalados.)
Preparing to unpack googleearth_6.0.3.2197+1.1.0-1_i386.deb ...
Unpacking googleearth (6.0.3.2197+1.1.0-1) over (6.0.3.2197+1.1.0-1) ...
Configurando googleearth (6.0.3.2197+1.1.0-1) ...
Processing triggers for mime-support (3.54ubuntu1.1) ...
Processing triggers for shared-mime-info (1.2-0ubuntu3) ...
Unknown media type in type 'all/all'
Unknown media type in type 'all/allfiles'
Unknown media type in type 'uri/mms'
Unknown media type in type 'uri/mmst'
Unknown media type in type 'uri/mmsu'
Unknown media type in type 'uri/pnm'
Unknown media type in type 'uri/rtspt'
Unknown media type in type 'uri/rtspu'
Processing triggers for desktop-file-utils (0.22-1ubuntu1) ...
flavio@Kubuntu-II-i386:~$ 

Novo teste, e…

Sem essa, de “Placa de vídeo não suportada”.


Funcionou.

Obs.: Para instalar o Google Earth no Ubuntu amd64 (64-bit), o caminho alternativo apresenta várias diferenças importantes, que  prefiro não incluir, para não complicar demais, mas você pode conferir aqui e ali.

Nenhum comentário:

Postar um comentário